O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: O desafio da gestão do lixo na atualidade

Na ficção-científica ?Wall-E?, a Terra desabitada e repleta de lixo é cenário para as descobertas de um robô. Apesar do futuro distópico criado, a produção cinematográfica e a realidade vivenciam uma mesma questão: O desafio da gestão do lixo. A medida que práticas como coleta seletiva e reciclagem tem pouca ênfase no contexto de desenvolvimento sustentável, a administração correta dos materiais não acompanha a demanda exponencial de lixo produzido, criando um problema silencioso.
A negligência estatal e o retardo nas ações de gestão de resíduos são os principais colaboradores para a problematização do lixo. Enquanto programas de preservação de florestas e recursos hídricos compõem medidas para o desenvolvimento sustentável, o descarte e a destinação correta de bens materiais é pouco enfatizada. Prova disso, é a falta de compromisso e descumprimento das metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determinou o fechamento de lixões e a criação de projetos sustentáveis para a gestão de resíduos pela unidades da federação até 2015. Assim, governo e sociedade se desresponsabilizam, tornando o descarte de materiais um problema.
Soma-se a esse cenário as poucas- ou inexistentes- práticas de gestão de resíduos sólidos frente à grande demanda na atualidade, que corroboram para problemas sociais e ambientais. Uma vez que o descarte inadequado cria focos de proliferação de doenças, entupimento de redes de esgoto e casos de contaminação hídrica através de materiais tóxicos do lixo eletrônico, por exemplo, programas de coleta seletiva e reciclagem evitariam a sobrecarga do sistema público de saúde e perdas imateriais no meio ambiente ocasionadas pela má gestão do lixo. Entretanto, menos da metade dos Estados possuem sistema de coleta seletiva segundo o IBGE, o que ratifica a negligência e o descuido como maiores desafios quanto ao manejo, planejamento e destinação dos resíduos sólidos.
Para a solução da demanda e prevenção de problemas, medidas são necessárias para resolver a questão. O Legislativo, portanto, deve criar emendas que estabeleçam programas de gestão de resíduos como critério para o repasse de verba as unidades da federação, de modo que todo o território nacional possua planos eficientes para a destinação sustentável do lixo. Além disso, a mídia e ONG?s devem exercer sua influência social através de campanhas conscientizadoras que engajem a população na solução do problema. Assim, será possível traçar um futuro cada vez mais distante do cenário de Wall-E.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!