O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Surto de febre amarela, dengue, microcefalia, entre outros, são exemplos de epidemias que já se manifestaram no Brasil nesses últimos anos. É importante destacar que esse problema é recorrente na história do país, uma vez que, na Primeira República, ocorreu a Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro, quando o governo do estado tentou vacinar a população com o uso de força bruta para conter o avanço da varíola. Dessa forma, os desafios para se combater esse problema estão fortemente atrelados as precárias condições sanitárias das cidades e ao descaso por parte da população no que tange ao combate á proliferação de epidemias.
É inquestionável que as péssimas condições sanitárias das cidades são um fator que contribui para essa realidade. Nesse contexto, encontram-se os esgotos a céu aberto, o descarte inadequado de lixo, o qual termina em rios e ruas, por exemplo, ajudando para o avanço de doenças, uma vez que origina criadouros para os agentes transmissores dessas epidemias. Dessa maneira, é necessário melhorar a infraestrutura das cidades para impedir que esses agentes se manifestem.
Outrossim, é evidente que a população se mostra despreocupada com esse problema, pois não adota práticas que procurem inibir esse problema. Segundo Jean Paul Sartre, o ser humano é livre e consciente, e cabe a ele se responsabilizar por suas ações. De maneira análoga, a postura dos brasileiros vai ao encontro do que Sartre propõe, visto que os cidadãos também são responsáveis por edificar esse ambiente propício para a manifestação de doenças, dado que não eliminam possíveis criadouros em suas casa, por exemplo.
Entende-se, portanto, que os desafios para se lidar com as epidemias são responsabilidade do povo e dos governos municipais e estaduais. Dessa forma, o Ministério da Saúde aliado ás prefeituras deve investir na infraestrutura das cidades, através dos impostos cobrados do povo, construindo redes de esgotos adequado e centros que coletam lixo de maneira eficiente, dentre outras medidas. Além disso, o Ministério da Educação e o Ministério da Comunicação devem promover campanhas de conscientização, por meio de palestras em escolas e ambientes públicos com a finalidade de eliminar os desafios da luta contra epidemias.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!