O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Indiscutivelmente, a inclusão dos deficientes no Brasil representa um desafio a ser enfrentado de forma mais organizada pelo tecido social brasileiro, visto que ela ainda é incipiente. Isso se evidencia não somente na concretização dos direitos deles, mas também na forma como a sociedade os vêem.
É possível afirmar que apesar da legislação brasileira prevê a inclusão da pessoa com deficiência por meio de diferentes mecanismos, ela não garante isso, já que, de fato, ela não ocorre de forma efetiva. Podemos perceber que as calçadas atuais não asseguram a acessibilidade deles, uma vez que não foram reformadas, mesmo sendo prevista em lei, por exemplo. Desse modo, são comuns reclamações dos deficientes sobre isso em telejornais, redes sociais, entre outros meios de comunicação.
É válido lembrar que essas pessoas ainda são vítimas de discriminação pela maioria da sociedade, ainda que, existam penas previstas para quem as pratica. Esse comportamento pode ser resquícios de uma eminente Teoria que revolucionou a ciência, a seleção natural de Charles Darwin, na qual afirma que sobrevivem os mais adaptados ao meio ambiente. Essa Teoria influencia, também, ideologias extremistas, como a nazista, que defende uma "raça superior" e o extermínio das demais "raças".
À luz do exposto, as parcelas sociais conscientes da necessidade de uma inclusão efetiva devem incitar as demais pessoas a aderirem a essa causa. Além disso, devem pressionar o Poder Público, para que este reforme as calçadas, por exemplo. O Poder Judiciário deve ser mais eficiente na aplicabilidade da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. O Governo e a iniciativa privada devem promover campanhas permanentes, que visem a uma mudança social, a fim de cessar o preconceito a pessoa com deficiência, podendo ser em meios de comunicação de amplo alcance. As instituições de ensino devem realizar palestras educativas sobre o tema, além de rodas de conversa e oficinas temáticas.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!