O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Nos últimos censos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a expectativa de vida aumentou e, consequentemente, o número de idosos. Entretanto, muitos idosos do país não estão sendo acolhidos de maneira adequada, já que esses sofrem diariamente violência de diversas formas. Por isso, é importante que ações sejam efetuadas com o objetivo de garantir a integridade física e psíquica desses indivíduos.
Em uma primeira analise, a violência física com o idoso ocorre constantemente e, muitas vezes, o agressor é um familiar. Segundo dados da Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida do Rio de Janeiro, a cada 10 minutos, um idoso é agredido no Brasil e em 70% desses casos, o agressor é o próprio filho. Infelizmente, o idoso devido ao peso da idade já não apresenta a mesma independência que antes possuía e está em uma situação vulnerável a mercê desses abusos. Com isso, é imprescindível que o Estado proteja esses idosos, garantindo a eles uma boa qualidade de vida.
Em uma segunda e última análise, além da violência física, os idosos podem sofrer outros tipos de violência como a psicológica, o abandono e os abusos financeiros. Os responsáveis por esses indivíduos, muitas vezes, os retiram de suas casas e utilizam os seus benefícios assistenciais, desvalorizando o idoso e o tratando como um peso para a família. Ao contrário disso, felizmente, as tribos indígenas apresentam em sua cultura uma tradição de valorizar os idosos os proporcionando cargos importantes na tribo como de anciões e pajés e, assim, eles propagam os seus ensinamentos adquiridos ao longo da vida. Desse modo, é necessário que as instituições de proteção auxiliem o idoso, e o insiram dignamente na sociedade.
Torna-se evidente, portanto, que a violência contra o idoso se expressa de varias formas e precisa ser combatida. Para tal, o Estado deve auxiliar esses indivíduos por meio de serviços e órgãos que têm por objetivo proteger essa população, colocando em prática o Estatuto do Idoso; conselhos estaduais e municipais, delegacias de proteção e o Disque Denúncia (181). Também, os profissionais de saúde devem identificar no atendimento dos idosos sinais de violência tanto física quanto psíquica. Por ultimo, a família deve estar presente fiscalizando e garantindo a segurança e o bem estar do idoso. Dessa forma, esses indivíduos serão ser inseridos dignamente na sociedade brasileira.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!