O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre






Obesidade é o estado em que uma pessoa se encontra fora dos parâmetros normais de saúde, no qual os níveis de energia consumidos em forma de alimentos não são compensados com o mesmo gasto energético em atividades do cotidiano. Parte da população percebendo seus possíveis riscos a longo prazo e por questões estéticas tornou-se mais ativa no que tange a atividades físicas. Entretanto, é possível perceber que o número de obesos ainda é bem alto, tanto por condições alimentares, hereditárias e pelo sedentarismo, causando uma menor expectativa de vida, devido a maior propensão a doenças, sendo preciso estabelecer parâmetros na busca pelo bem estar.
Cabe analisar, antes de tudo, o estilo de vida sedentário propiciado pelas tecnologias junto aos hábitos alimentares das novas gerações, que afetam, principalmente, as crianças. Com o surgimento dos celulares, computadores e aparelhos similares, os pequenos deixaram de lado as brincadeiras, nas quais os movimentos eram predominantes, que outrora fizeram parte de suas vidas. Somado a isso consomem alimentos com elevadas quantidade de carboidratos e gorduras, os industrializados, como o refrigerante. Desse modo, são justificados os dados do IBGE (Instituto brasileiro de geografia e estatística), em 2015, que mostram quase 60% dos brasileiros acima do peso, o que gera uma grande probabilidade de desenvolver enfermidades como hipertensão, diabetes e doenças cardíacas.
Ainda é valido destacar como o esporte pode ser benéfico no combate ao excesso de massa corporal e ajudar a melhorar o desempenho lógico. ?Mente sã em um corpo são?, a frase derivada do latim deixa clara a necessidade de manter a harmonia entre corpo e mente. Conforme especialistas da universidade de Harvard, uma das melhores do mundo, a prática de exercícios moderados por 20 minutos ajuda no desenvolvimento de pelo menos três funções cerebrais. Dessa maneira, o incentivo para realização de modalidades esportivas é imprescindível para melhora na qualidade de vida.
Fica evidente, portanto, que para combater e prevenir a sociedade da obesidade e seus malefícios, é preciso mudanças nos costumes adquiridos. As ONGs, em parcerias com empresas privadas, poderiam fornecer espaços para prática de esportes, incentivando as famílias buscarem uma rotina mais saudável. A mídia, por meio de propagandas e ficções, deve mostrar as dificuldades e consequências do sedentarismo, além de mostrar os benefícios da alimentação saudável. Ademais, as escolas, mediante palestras e aulas de educação física, devem estimular a prática de exercícios físicos, mostrando as vantagens para o bom funcionamento do corpo. Assim, fazendo o índice de pessoas acima do peso diminuir, possibilitando mais indivíduos alcançar a longevidade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!