O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: Jogos mortais na internet:como lidar com esse desafio?

De acordo com o historiador Phillipe Áries,as crianças eram vistas nos séculos XIV,XV e XVI com um adulto em miniatura. O tratamento social dispensado a ambos era igual. Desse modo,percebe-se que os jogos mortais da internet vem aumentando,pelo fato da maioria dos pais permitirem que seus filhos acessem as redes sociais sem o monitoramento de um responsável.Nesse contexto dos jogos, há dois fatores q não podem ser negligenciados,como os jogos que estão em alta na mídia chamados choking game e baleia azul.
Em primeiro análise,cabe pontuar que o desmaio é praticado por estudantes em escolas há anos. Em 2014,diversos alertas foram enviados aos colégios,para que os professores supervisionassem os alunos em relação aos jogos.O choking game tem o intuito de interromper o fluxo de ar que chega até o cérebro e provocar os desmaios e até sensações de euforia,o praticamente pode pressionar o próprio pescoço com as mãos.
Ademais, convém frisar que o jogo da baleia azul ganhou mídia em 2015, por ter induzido mais de 130 jovens a cometerem suicídio.No Brasil, o G1 divulgou que dois jovens de 16 e 19 anos cometeram suicídio,ambos participantes do desafio.No jogo são mais de 50 desafios e sendo o último o suicídio. Segundo o jornal extra alguns sinais de alertas reconhecidos pelos pais podem evitar o pior,como marcas no corpo e interesses repentinos em filmes de terror.
Portanto,medidas são necessárias para atenuar a problemática. É imprescindível que os institutos responsáveis,como as escolas,apliquem palestras conscientizando os pais e os alunos aos riscos dos jogos.Além disso,é essencial que a mídia exponha esse assunto de forma clara para que a informação chegue ao alcance de todos.Logo,poder-se-á afirmar que a pátria educadora se adequa de forma exitosa aos princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos,expandindo o conhecimento dos jogos para combater esse desafio no Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!