O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: A PRÁTICA DE BULLYING EM QUESTÃO NO BRASIL
A violência pode ser vista, atualmente, como parte do cotidiano brasileiro. Nesse sentido, os recintos escolares não ficam imunes a tal prática, tornando-se cada vez mais cenários de recorrentes atos de bullying. No entanto, esse quadro se mostra prejudicial à estabilidade emocional e social do aluno agredido, assim como ao seu processo de ensino-aprendizagem. Dessa forma, faz-se necessário que esta situação seja revertida, para que crianças e adolescentes possam ter o colégio como um ambiente acolhedor e gerador de conhecimento.
Em primeiro lugar, é preciso entender os motivos que levam às práticas de bullying. Rousseau, grande filósofo social, acreditava que o homem nasce essencialmente bom, mas a sociedade o corrompe. À vista disso, é importante considerar fatores acerca do desenvolvimento social do indivíduo praticante do bullying. Este, muitas vezes, vivencia situações de violências morais e/ou físicas em seu âmbito doméstico, e a reproduz como uma forma de se reafirmar ou de se impor frente aos outros alunos para mascarar uma fraca base familiar.
Além disso, são necessárias atitudes efetivas por parte das instâncias maiores do colégio para que a prática não seja reincidente. Isso porquê a escola não deve se restringir somente a lecionar matérias, mas também deve auxiliar na construção do caráter dos discentes para que estes se tornem cidadãos de bem. Logo, em casos de bullying, não se pode fechar os olhos para o problema. O agressor deve ser advertido e os familiares dos envolvidos devem ser comunicados para inibir qualquer prática posterior.
Faz-se necessária, portanto, a adoção de métodos que diminuam a prática de bullying nas escolas. Nessa perspectiva, seria trivial o Ministério da Educação ofertar aos docentes das escolas palestras sobre o bullying e como trabalhar com a problemática. Feito isso, a escola estará apta a atuar nesse contexto e poderá auxiliar a família na resolução deste obstáculo. Além disso, o governo poderia disponibilizar psicólogos para atenderem os alunos que necessitarem, para que este possa se reestabelecer de forma tranquila na sociedade escolar.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!