O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: As manifestações de violência dentro dos estádios brasileiros de futebol

Desde a Idade Média, os atos de violência eram associados a manifestações de imposição e poder. Diante deste cenário, os jogos entre os gladiadores que lutavam no Coliseu, em Roma, sucediam ao público a afeição à brutalidade e a justificativa baseada nos valores culturais. Entretanto, séculos depois e com os avanços da sociedade, alguns indícios ainda cometem esses atos de agressividade no meio esportivo, a exemplo disso tem-se a violência nos estádios de futebol brasileiros.
O Brasil é mundialmente conhecido como o país do futebol alegre, porém nos últimos anos a violência nos estádios vem refletindo a sociedade patriarcal que ainda existe no país. Essa violência não se restringe apenas á violência física. Recentemente o goleiro Aranha foi vítima de preconceito racial ao ser chamada de macaco por alguns torcedores da torcida adversária. É notório que a rivalidade saudável do futebol ultrapassou as quatro linhas na forma de violência.
Até julho de 2017, a violência nos estádios já matou nove torcedores, e a impunidade é quase generalizada em todos os casos. É válido ressaltar que o Brasil lidera o ranking entre os países que contém mais mortes em estádios de futebol, o que comprova que a segurança nesses lugares é ineficaz, visto que, muitas vezes, os agressores não são identificados ou recebem leves advertências, enquanto que para as vítimas que sofrem de violência física ou moral, os danos podem ser irreversíveis. Recentemente foi criada a política de torcida única, que pretende diminuir os índices de violência nos estádios. De fato reduziu, porém é criticada por perder a essência do futebol.
É imprescindível, portanto, a mudança na conduta daqueles que insistem em levar a violência pro futebol. Em resposta a violência gerada nos jogos, a Inglaterra se tornou referência de segurança nos estádios, para combatê-las, fez o cadastramento de torcedores, uso de reforço policial e a expulsão temporária aos que não se mantiveram pacíficos durante as partidas, essas são medidas que podem ser adotadas no Brasil. A mídia e os clubes podem promover campanhas de pacificação para conscientização do público, a fim de que esse reflexo patriarcal visível na sociedade seja extinto. É fundamental que as leis sejam rígidas, e que qualquer ato de violência seja punido severamente para que não haja outros casos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!