O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Espelho, espelho meu
Durante a Segunda Guerra Mundial, a propaganda foi um grande meio para se estabelecer os ideais do nazismo. Acreditava-se que uma mentira repetida mil vezes, tornara-se verdade. Nos dias atuais, a propaganda ainda é um meio para se estabelecer padrões estéticos, mesmo que estes sejam inatingíveis. Dessa forma, é natural que ocorra danos físicos e psicológicos aos que buscam desenfreadamente pela perfeição.
Primeiramente, é importante ressaltar que a mesma mídia que cria estereótipos, é aquela que noticia casos de indivíduos que se submeteram a inúmeras cirurgias e tratamentos estéticos. Muitos destes não obtiveram o resultado esperado e alguns até perdem suas vidas em salas de cirurgia. Como exemplo, temos a modelo Andressa Urach, que teve uma infecção generalizada causada pelo excesso de hidrogel nas pernas, ficando entre a vida e a morte.
Além disso, os danos psicológicos são devastadores e muito presentes na sociedade. Muitas pessoas sentindo-se pressionadas, sofrem com a baixa autoestima ou até mesmo com graves doenças como depressão e distúrbios alimentares, causados pela frustração de não ver no espelho o que gostariam, e acabam não respeitando os limites do próprio corpo. Desse modo, tem suas vidas social e profissional afetadas pela vaidade.
Portanto, é necessário que o Ministério da Educação implante e incentive projetos nas escolas e universidades que tratem a questão dos limites entre a estética e a beleza, através de palestras, documentários e discussões em sala de aula. Como também, as famílias podem ser conscientizadas através de projetos educacionais e municipais, promovidos pelo Ministério da Cultura. Nesse sentido, acredita-se em uma melhoria de conscientização acerca desse impasse na sociedade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!