O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Os séculos XVI e XIX, no Brasil, foram caracterizados pela imposição cultural, pela violência e principalmente pelo etnocentrismo, evidenciando o Período Colonial. Embora date de séculos atrás, o desrespeito à cultura indígena em pleno século XXI ainda se faz presente. Isso se evidencia não só por meio de casos de preconceito, como também de genocídios. Assim, configurando entraves para que, de fato, essa cultura tão importante e tão influente na construção de nossos costumes seja valorizada.

Comidas, danças e novas palavras no vocabulário. A cultura indígena sempre esteve presente na história do Brasil desde os primórdios, influenciando constantemente nas tradições do país. Essa influência se deu também na literatura brasileira, mais especificamente na época do Romantismo Indianista, autores como José de Alencar e Gonçalves Dias valorizavam os indígenas, construindo a imagem do índio como um ?herói? e davam ênfase nas culturas nacionalistas. Porém, atualmente os valores dos índios estão sendo esquecidos uma vez que, diversos estereótipos são atribuídos a eles como forma de descaracterizar a real identidade dessas pessoas.

Outro aspecto, que pode ser caracterizado como o principal entrave para a valorização da cultura indígena, é o preconceito. Pois, segundo os dados do Conselho Indianista Missionário (CIMI), no ano de 2015, foram registrados 13 casos de discriminação étnicos culturais, e no estado de Roraima, quatro alunos indígenas da Universidade Federal de Roraima, denunciaram que sofreram preconceito por parte de outros alunos. Esses dados refletem em como a sociedade enxerga o índio e a falta de entendimento, por parte da grande parte da população brasileira, de como as tradições, costumes e ritos indígenas foram importantes para a formação cultural do nosso país.

É necessário, portanto, que se reverta à mentalidade retrógrada e preconceituosa predominante no Brasil. Para tal, é preciso que o Ministério da Educação, junto com as instituições de ensino, promova projetos e eventos que visem à discussão do tema, contribuindo para a valorização e disseminação da cultura dos povos indígenas. Cabe, ainda, ao Ministério da Cultura e à Secretaria dos Direitos Humanos associadas à Fundação Nacional do Índio (FUNAI) realizarem campanhas combativas permanentes, as quais devem ser divulgadas por meio da mídia. Assim, será possível formar cidadãos que entendam, respeitem e que se orgulhem de sua cultura.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!