O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

É possível perceber que o sistema prisional brasileiro tem sido um tema bastante abordado nos últimos anos por causa de condições precárias que os presos e até mesmo funcionários estão sofrendo, no qual reflete a realidade social injusta do Brasil. Os presos se tornaram indivíduos ignorados pela sociedade e que os direitos se deixam a desejar, pois não se ver condições estruturais suficientes para o conforto, segurança e qualidade de saúde para todos. Como é dito pela pneumologista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Margareth Dalcolmo "Estar preso é um fator de risco, ter passado pelo sistema prisional também".

A situação de homens e mulheres nos presídios é devastadora, principalmente em questão de saúde. A superlotação se torna um problema pela proliferação de doenças, pois através de visitas intimas existe o contato que transmite doenças de fora para pessoas de dentro, na maioria contagiosa aos outros presos que ali convivem muito próximos. Não somente aos presidiários, mas os funcionários que ali trabalham acabam tendo um contato direto e se infeccionando.

Além disso, percebemos outra situação que é a questão psicológica de presidiários onde não existe uma preparação e acompanhamento adequado para que os indivíduos saiam devidamente reabilitados e voltem a ter uma vida comum dentro da sociedade, pois na maioria dos casos homens e mulheres sofrem grandes pressões psicológicas levando ao um grande estado de depressão, em alguns casos loucura. A falta de tratamento adequado dificulta reintegração à sociedade.

Desse modo, percebemos que inúmeras situações ruins estão acontecendo , existindo outros problemas presentes sofridos por funcionários e presos, podendo ser possível solucionar com alguns projetos realizados pelo governo e faculdades com o ensinamento da valorização da educação e do trabalho dentro do sistema prisional; acompanhamento psicológico seja por profissionais e também familiar; efetivação do acesso à saúde (prevenção e tratamento); instalações e equipamentos que considerem as especificidades de gênero. Sendo tomado o mais rápido possível e que seja de lei em todas as unidades prisionais.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!