O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

É fácil perceber que durante o período da Ditadura Militar, vários direitos foram desrespeitados pelos governantes dessa época, como, por exemplo, o de liberdade de expressão. No contexto brasileiro atual, ainda é perceptível situações em que os limites sobre o direito de expressão não são respeitados e isso traz vários impasses para nação. Por isso, esse cenário deve ser criticamente analisado para ter um fim.
É válido considerar, antes de tudo, a situação da liberdade de expressão no Brasil. Há quem diga que os problemas em relação ao direito de se expressar é algo do passado, principalmente da Idade Média, em que a igreja Católica regularizava o pensamento da sociedade. Todavia, essa ideia é equivocada, pois, na atualidade a liberdade de expressão ainda enfrenta vários impasses, principalmente pela intolerância de pontos de vistas diferentes na comunidade. Prova disso, são dados fornecidos pela ong Artigo 19, que afirmam um crescimento de 15% no número de crimes em que há desrespeito em relação a liberdade de expressão no país. Ficando evidente, dessa forma, que o limite de liberdade de pensamento ainda não é respeitado na nação e que burla até os direitos humanos garantido na constituição de 1988.
Cabe apontar também que a escassez de medidas impede que esse cenário seja resolvido. Mahatma Gandhi já falava que o futuro depende daquilo que é feito. Esse pensamento justifica o motivo da liberdade de expressão não ser respeitada na nação, afinal, a falta de fiscalização e de punição no convívio em sociedade e nas redes sociais, faz com que ocorram crimes que desrespeite o limite da liberdade de pensamento, como ocorre no Facebook por meio de comentários preconceituosos, em que pessoas de pensamentos opostos se agridem, como é veiculado com frequência pela mídia.
Fica claro, portanto, que a liberdade de expressão ainda é um problema no país e que medidas são necessárias para sanar esse cenário. Com esse intuito, é preciso que o governo crie delegacias especializadas em combater especificamente atos que burle esse direito, tanto no âmbito da sociedade, como virtual, para que a falta de punição seja sinônimo de crimes. Do mesmo modo, o próprio governo deve criar uma ouvidoria online para facilitar denúncias sobre esse crime na sociedade. Por fim, o Ministério da Educação, em parceria com professores, deve ministrar palestras nas escolas e sociedade que discutam o tema da liberdade de expressão e sua relevância para a comunidade, impedindo, assim, que a falta de informação não corrompa esse direito. Outras medidas são necessárias, mas como disse Oscar Wilde: ?O primeiro passo é o mais importante para evolução da nação?.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!