O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O bullying, embora muito debatido atualmente, não é um assunto novo. Atos ofensivos e agressivos integram o cenários escolar brasileiro há vários anos, entretanto, era encarado como uma maneira da vítima se tornar forte. Devido à desatenção da sociedade perante este problema, o bullying se tornou no principal motivo de suicídio entre os jovens.
Na busca de se tornar reconhecido pela valentia, o agressor humilha a vítima, principalmente, porque conta com o aval dos colegas de classe. Infelizmente, o sofrimento do agredido é combustível para esses jovens que o cercam, cegando-os completamente da proporção que o bullying pode atingir psicologicamente na vida de um indivíduo.
Por outro lado, quem pratica esta crueldade também sofre por ser refém de suas próprias inseguranças. Agredir outro, seja moral ou fisicamente, é uma forma de se esquivar de suas imperfeições enquanto destaca publicamente as falhas do próximo. A escola, agregadora de diversidade, inevitavelmente, é berço para retaliações entre os alunos.
Portanto, conclui-se que o bullying é extremamente prejudicial porque afeta o emocional dos envolvidos. Por isso, se faz necessária a presença de psicólogos nas escolas para auxiliar os estudantes a fim de evitar consequências extremas. A mídia, primordialmente a internet, pode ajudar no combate do bullying através de campanhas que estimulem as vítimas a procurar ajuda e que alertem aos pais acerca do comportamento dos filhos, seja ele o praticante ou o sofredor.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!