O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: A prática de Bullying nas escolas do Brasil
Não seja um porquê.
Exclusão. Esse é o sentimento que leva grande parte das crianças e adolescentes a sentirem ao sofrer Bullying, principalmente nas escolas. Em novembro de 2015, sanciona a lei que institui ao Combate à Intimidação Sistemática no Brasil. No entanto, por mais que hajam leis, há falta de fiscalização e profissionais nos colégios na tentativa de prestar auxílio às vítimas, que infelizmente, essa problemática persiste no país.
Em primeiro plano, é importante analisar as consequências pela prática de Bullying. A série "13 Reasons Why", conta a historia de Hannah, uma adolescente e estudante do Ensino Médio, que foi vítima dessa intimidação e de agressão sexual, devido a esses fatores influenciaram na aparição de depressão e posteriormente, no suicídio. Embora seja uma minissérie, na realidade no Brasil não é diferente, pois há ausência de diálogo entre pais e filhos. Destaca-se a importância da comunicação, principalmente no âmbito escolar, de modo que possa salvar até vidas.
Além disso, as escolas tem papel imprescindível de orientar e dar assistência. Segundo a lei ao Combate à Intimidação Sistemática, é dever das instituições escolares de conscientizar de forma pedagógica e não punitiva, para aqueles que praticam tal ato. Nesse sentido, cabe não somente ao local de ensino, mas como também, aos familiares para que certifiquem de que está sendo cumprido, de acordo com os preceitos e no desenvolvimento de seus filhos.
Portanto, fica evidente que são necessárias mudanças para atenuar essa situação. Para isso, o governo deve implantar fiscalizações nos colégios, se há bons profissionais atuando. Ademais, as escolas em parceria com as ONG's em criar palestras para pais e alunos no processo de conscientização didática. Como Dominic Barter diz " precisamos abraçar os conflitos, por meio de uma comunicação não-violenta". Dessa forma, poderemos amenizar esse impasse.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!