O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Em um mundo no qual a ganância do ser humano supera sua preocupação com o meio ambiente, é importante ressaltar os diversos impactos que tal atitude pode provocar no planeta. Até porque, mesmo que a população humilde sofra mais com tais ações, todos estamos sujeitos as consequências, visto que o petróleo e a água doce são finitos. Porém, se conservarmos e preservarmos nosso planeta, os desastres futuros podem ser evitados, afinal, não é preciso destruir para haver desenvolvimento. Tendo em vista que esse assunto é deveras preocupante em nosso contexto atual, faz-se necessário problematizar tal questão.
Atualmente, prejudicar o meio ambiente em virtude do lucro tornou-se um ato banal. No Brasil, mesmo com os diversos desastres ambientais que promoveram inúmeras vítimas, a situação permanece a mesma, sem punições aos envolvidos e carência de visibilidade na mídia, o que só comprova a influência do dinheiro na sociedade em que vivemos. Contudo, os impactos não são apenas momentâneos e sociais, o que torna ainda mais preocupante a situação, visto que as reservas de água doce estão acabando devido a contaminação dos lençóis freáticos e uso indiscriminado desses, além disso, as reservas de petróleo também estão por fim, o que demonstra uma maior necessidade de investimentos em combustíveis renováveis para promover sua substituição, como por exemplo o etanol. Com isso, a ONU promoveu uma campanha chamada "Atue agora, poupe mais tarde" que tem por objetivo incentivar os estados a tomarem medidas de prevenção e preparação para desastres naturais evitando enormes custos de reconstrução.
Segundo a biologia, "prevenir" significa preservar uma área, sem ter interação do homem e "conservar" significa explorar de forma sustentável o meio ambiente, fazendo-se presente a ação do homem. Com isso, é possível observar o quão importante é a união desses dois termos para promover um desenvolvimento mundial com consciência. Outrossim, a utilização de energias e combustíveis renováveis torna-se cada dia mais necessária, com o intuito de diminuir o aquecimento global, proveniente não só das queimadas e desmatamentos mas também da queima de combustíveis fósseis, que por sinal, o mundo é grande dependente. Com isso, é importante ressaltar a Conferência das Nações Unidas (COP21) que tem por objetivo manter o aquecimento global abaixo dos 2°C no planeta, através de acordo com 195 países. Entretanto, alguns governos não estão preocupados com o futuro do planeta mas sim com a situação econômica de seu país, como é o caso do presidente Donald Trump, dos EUA, que comprometeu-se em dar mais facilidades para as industrias do petróleo e do carvão.
Diante dos fatos apresentados anteriormente, é possível observar o tamanho descaso com o meio ambiente quando se trata da ganância do homem. Porém, o desenvolvimento pode ser obtido através de investimento em energias renováveis, evitando futuros desastres ambientais. Portanto, os governos deveriam seguir os tratados da COP21, visando diminuição da emissão de poluentes na atmosfera. Além disso, as ongs poderiam promover campanhas com o apoio da mídia, incentivando a população a exercer práticas sustentáveis em seu dia a dia. Por fim, o Ministério do meio ambiente junto da Polícia ambiental deveriam aumentar as fiscalizações e garantir a punição justa de tais infratores independente da situação econômica.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!