O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: A inclusão dos portadores de deficiência no Brasil
Desde o processo de socialização do homem, portadores de deficiência são excluídos da comunidade onde vivem. Após reivindicações em busca de espaço no meio social, ao longo dos anos foram conquistadas ampliações da inclusão nos esportes, na educação e no mercado de trabalho. Porém, ainda há muito o que melhorar no que diz respeito à marginalização desses indivíduos.
É importante considerar o quanto os esportes auxiliam no processo de inclusão. Um exemplo disso, são os jogos Paraolímpicos, que dão oportunidades a milhares de jovens de serem inseridos na esfera social e serem reconhecidos por suas próprias conquistas. Mas ao fazer uma comparação entre os jogos Paraolímpicos e os Olímpicos, nota-se que a presença de pessoas na Vila Olímpica, a transmissão e divulgação na mídia não é a mesma. Isso ocorre porque há o "estranhamento" vindo da maioria das pessoas, reduzindo a popularidade dos paratletas.
Além da importância do esporte, a inserção dos portadores de necessidades especiais na escola regular teve alto índice de desenvolvimento. De acordo com o INEP - Instituto Nacional de Estudo e Pesquisa - em 2005, de 500.000 estudantes, 23% estudavam em escolas regulares e 77% em escolas especiais. As políticas públicas mudaram esse percentual, levando 81% para a escola comum, auxiliando no desenvolvimento desses estudantes. Entretanto, a barreira do bullying, da falta de estrutura física e de profissionais especializados precisa ser vencida.
A participação social e a legislação assegurou direitos no mercado de trabalho. O que antes se limitava ao assistencialismo, hoje empresas são obrigadas a contratarem deficientes. Isso amplia a visão da sociedade que pode enxergar a capacidade dessas pessoas e valorizar o setor em que cada um se destaca, fazendo com que se desprendam das limitações das doenças.
É evidente, portanto, que a inclusão dos portadores de deficiência no Brasil é da responsabilidade do governo e do corpo social. É necessário que o Primeiro Setor destine maiores verba públicas para os projetos desse segmento, ONG's em parceria com a mídia devem divulgar campanhas contra a discriminação e o conselho de defesa da pessoa deficiente deve sempre ir em busca de melhorias como a acessibilidade e mobilidade. Assim, ampliando oportunidades e promovendo interação entre todos, seria formada uma sociedade inclusiva.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!