O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Dois mundos uma única prisão
O sistema penitenciário moderno tem origem na Inglaterra do século XIX onde a detenção tem com objetivo, na maioria dos casos, reabilitar os indivíduos para a vida em sociedade. A premissa aplicada no Brasil é a mesma, no entanto mediante a uma série de problemas de ordem social e econômica os efeitos de um processo que seria para crescimento moral e ético se torna percursor de um ciclo de violência.
Primeiramente é necessário analisar a esfera social externa aos presídios. Uma conjectura de desigualdade com raízes históricas que atravessam os séculos sem uma resolução efetiva contribui para o aumento da criminalidade, soma-se a isso a ideia de impunidade exposta na falta de credibilidade dos sistemas jurídicos e administrativos brasileiros com a corrupção endêmica, remete ao conceito do sociólogo Roberto DaMatta do ?jeitinho? brasileiro, onde as regras cotidianas são burladas atingindo até os espaço institucional inviabilizando leis e torna o sistema ineficiente em várias partes incluindo o prisional e contribuindo assim para o acréscimo nos índices de violência e crimes.
Um outro aspecto a ser analisado são a situação interna do sistema penitenciário. As condições tanto de saúde física quanto emocional são colocadas em xeque diante das péssimas condições fitossanitárias oferecidas além da grande concentração de pessoas por celas muito acima da recomenda. Além disso a ausência de um programa para incentivar a mudança de postura diante do crime leva a ideia de ócio e reverte a ideia central de uma reclusão, de inserir os indivíduos como cidadãos em sociedade, e torna os presídios como verdadeiras escolas para o crime, aperfeiçoando e alimentando a violência, exemplo disso ocorreu no início de 2017 com a rebelião de vários presídios no país deixando claro com saldo de mortos o poder das facções criminosas, mas também as dificuldades do sistema carcerário.
Percebe-se, portanto que o mundo privado de liberdade se confunde com mundo em sociedade tamanha a violência que assola ambos. Sendo assim necessária uma reavaliação por parte do sistema judiciário e administrativo com ênfase ao combate a corrupção e promovendo a agilidade dos processos, cabe ainda ao governo inserir e melhorar as condições dos presos com destaque para educação como formação profissional e parceria com empresas públicas e privadas para inserção no mercado de trabalho, além de maior preparação e investimento nas forças policiais para coibir o crime, para a sociedade se mostra fundamental a cobrança e manifestação de insatisfação quando necessário, para que assim a prisão cumpra com seu papel de sanar a violência e tornar a liberdade acessível a todos como cidadãos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!