O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

    De acordo com o artigo 225 da Constituição Federal do Brasil, todos têm direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado. Em contrapartida a esse aparato legal, é notório, hodiernamente, no país, o uso frequente de canudos plásticos, apesar de os problemas ocasionados por esses objetos serem evidentes. Assim, faz-se necessário analisar não só a falta de informação, mas também as excessivas divulgações comerciais como desafios para reduzir a utilização desses artefatos.


   A princípio, convém ressaltar que a escassez de conhecimento por parte da nação impede que esta adote uma postura ambiental mais sustentável. Segundo o filósofo iluminista Immanuel Kant, o ser humano é aquilo que a educação faz dele. Sob esse viés, é possível afirmar que grande parte da população brasileira, uma vez que é pouco alertada pelas autoridades governamentais, permanece alheia aos malefícios causados à natureza pelo uso excessivo de canudos plásticos, a exemplo da acumulação exagerada destes no meio, ocasionada por seu demorado processo de decomposição. Dessa forma, os civis não percebem a importância de mitigar o manuseio frequente desses utensílios e, por isso, não adotam em seus cotidianos atitudes para substituí-lo, a exemplo do emprego dos canudos de papel.


   Outrossim, a forte atuação dos empresários fomenta igualmente o óbice. Para a Teoria Crítica da Escola de Frankfurt, as indústrias utilizam a propaganda em massa para estimular as vendas. Dessarte, é imperioso destacar que as empresas fabricantes de canudos plásticos, preocupadas apenas com o lucro máximo de suas ações, ignoram os danos ambientais causados por essa mercadoria e continuam a incentivar, por meio de anúncios intensivos, o consumo dela pelos indivíduos. Logo, a diminuição do usufruto desses objetos se configura como uma realidade distante, haja vista que os cidadãos são, constantemente, influenciados a comprá-los.


   Portanto, o Governo Federal – símbolo de maior poder no âmbito nacional – deve, por intermédio de campanhas públicas, conscientizar a população sobre os malefícios do uso  dos canudos plásticos, a fim de que esta troque esses insumos por outras opções que gerem menos impactos. Concomitantemente, cabe às organizações não governamentais dedicadas à questão da preservação da biosfera pressionar as empresas, com o intuito de que elas parem de estimular o consumo desenfreado desses produtos. Com isso, o equilíbrio ambiental, conforme exigido pela Constituição Federal, poderá se concretizar no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!