O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Durante a pandemia da Covid-19, em 2020, as escolas precisaram adaptar-se ao “novo normal”, o isolamento e o distanciamento social. Para isso, grande parte dessas instituições aderiram ao modelo EAD - Ensino a Distância. No entanto, esse já era presente no Brasil, apresentando um significativo número de estudantes e, como reflexo dos atuais acontecimentos, deverá continuar expandindo. Dessa maneira, deve-se debater a cerca do ensino on-line nas redes públicas e da capacitação dos professores para alcançar o bem-estar social.


Em primeiro plano, nota-se a necessidade da adaptação das instituições públicas ao modelo apresentado. Segundo essa ótica, de acordo com o filósofo Heráclito, tudo está constante transformação. Nesse ínterim, a educação também deve apresentar mudanças, visando realizar sua função social que, no momento, não é plenamente real, uma vez que, por exemplo, grande parte das redes governamentais de ensino não oferecem opção a distância. Isso pode ser comprovado tomando como base os dados do Censo do Ensino Superior de 2018, que mostra que 95% das matrículas no EAD ocorreram em redes particulares, proporcionando menos oportunidades para os estudantes de menor poder aquisitivo.


Ademais, verifica-se que é necessário a qualificação dos profissionais da educação. Visando o filme “Um senhor estagiário”, que mostra os desafios da adaptação de um aposentado que deseja ingressar na carreira da moda, algo completamente novo para ele. Apesar de se tratar de uma ficção, essa mostra a realidade de muitos professores que, mediante às mudanças do ensino, precisam adaptar-se às tecnologias que envolvem esse. Baseando-se nos dados da Folha de São Paulo, de 2019, nota-se um aumento de 524,7 mil estudantes no EAD entre 2015 e 2016, mostrando que será necessário, cada vez mais, professores qualificados para exercer essa função.


Destarte, depreende-se que medidas sejam tomadas a fim de as problemáticas citadas. É mister que o Governo Federal, por meio de verbas da União, proporcione investimentos às universidades públicas, para disponibilizar vagas em modelo EAD, o que aumentará o número de estudantes no ensino superior. Além disso, é de extrema importância que as redes de ensino disponibilizem cursos profissionalizantes para os professores, por meio de aulas e palestras sobre, por exemplo, a utilização de plataformas, realização de atividades e avaliações on-line. Isso permitirá que mais profissionais sejam capacitados para esse ofício, diminuindo o desemprego entre os professores. Agindo dessa maneira, o EAD poderá ser uma opção para muitos estudantes, muito em virtude do “novo normal”.


 


 


Tema: Os desafios da educação a distância no país

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!