O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A mídia a muito esteve integrada às realidades de transformação social. Desde os panfletos satíricos até o zapear de "tweets", uma ideia fundamental esteve presente: a expansão das informações. Tal ideia, aborda o papel de democratização dos meios de comunicação, sendo esta fundamental para a construção de uma sociedade mais justa. Em todo caso, a instantaneidade na divulgação de notícias, as escolhas automáticas - presentes no YouTube, por exemplo - e a falta de criticidade, representam desafios nesse processo de desenvolvimento.


É necessário lembrar, primeiramente, que em uma sociedade de redes, a mídia fornece amparo em diversos setores: como nas consultas públicas, no debate de temas polêmicos e denúncias. Isso, conforme abordou o jornal Nexo em suas publicações no "podcast politiquês", são atividades políticas e que necessitam de uma boa formação para serem recebidas e refletidas. Na ausência desses filtros corre-se o risco de perder os limites da liberdade de expressão, utilizando-a de forma negativa, como em "fake news".


Tal cenário remete ao conceito trabalhado por Thomas Hobbes: "estado de natureza". Nele, na ausência de uma organização política, as pessoas simplesmente lutam entre si, prejudicando-se mutuamente. Assim, torna-se simples a alienação dos sujeitos, ao passo que estes podem enxergar apenas as informações de "partido a" ou seguir fielmente as notícias de uma única fonte, sem nenhum questionamento.


Por fim, é certo que - independente dos percalços - a expansão da mídia trouxe consigo inúmeros benefícios à população, sobretudo, aos que não possuíam voz pública. Para preservar tal papel, é válido que as escolas trabalhem acerca da construção de informações, propondo trabalhos que abordem diversos temas à luz de pontos de vista distintos, possibilitando o desenvolvimento de debates mais amplos e inclusivos. Desse modo, será possível visualizar postagens mais autoconscientes pelas páginas da internet.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!