O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Em 22 de julho de 2011, o evento que ficaria marcado como "caso Breivik", entrou de forma dolorosa à história dos noruegueses. Nele, um homem assassinou 77 pessoas para exaltar seu nacionalismo, antissemitismo e para a divulgar seu manifesto por meio da internet, incentivando outros a fazerem igual. Esse ocorrido alerta ao perigo da perca dos limites da liberdade de expressão, destacado na disseminação do ódio e da intolerância, problema que, no século XXI, vem assumindo novos veículos de promoção por meio da internet.


De certo, o efeito contemporâneo da "redução de fronteiras" possibilitado pelo mundo digital, tem mostrado o quanto as pessoas ainda são fechadas ao diálogo. Conforme afirmação de Marshall McLuhan, a internet transformou o planeta em uma "aldeia global": aproximando os sujeitos e dando destaque às suas intolerâncias. A afirmação do filósofo fica mais evidente ao se observar as pequenas atitudes do cotidiano: uma piada solta, uma invasão de diálogos privados, um pequeno comentário ácido, que finalmente, somam em um grande desrespeito para com o outro.


Complementarmente, mecanismos que automatizam a escolha de conteúdo, com no Youtube, fortalecem uma visão polarizada das situações, podendo ratificar por meio da recomendação de vídeos semelhantes opiniões mais extremistas. Para o escritor Carlos Heitor Cony, a internet pode ser um instrumento de "poluição do espírito", fala que se justifica no compartilhamento da intolerância ao que é distinto de si. Tais fatores levam à alienação, cegando as pessoas acerca de seus limites individuais.


Portanto, vale ressaltar que tais eventos - de longa data - necessitam ser remediados, especialmente, na falta de empatia. Para tanto, é válido que o Ministério da Justiça, auxiliado pelas principais plataformas de compartilhamento de conteúdo, como, Youtube, Instagram e Twitter, monitore os focos de disseminação de atos preconceituosos - comentários, documentos, vídeos - a fim de punir seus integrantes - seja por meio da exclusão de suas respectivas contas nas plataformas em questão, como também pela aplicação de sansões já previstas na legislação brasileira. Tal iniciativa, ainda que simples ao ver, auxiliará na dissolução de diversos grupos de intolerância, dificultando que situações mais graves, como o caso Breivik, tomem forma por meio do mundo digital.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!