O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Na versão brasileira da novela mexicana "Rebelde", Diego é um jovem que começa a consumir bebidas alcoólicas precocemente, o que colabora para que o garoto, por vezes, assuma posturas agressivas e inconsequentes. Fora da ficção, a questão do consumo de álcool pelos adolescentes é um problema, já que causa interferências comportamentais e, futuramente, sequelas na saúde do indivíduo. Entretanto, a inércia social relacionada à problemática, atrelada a insuficiências governamentais, corrobora na persistencia do consumo precoce de álcool pelos jovens brasileiros.
Em primeira análise e, tendo como base a lei da inércia, elaborada por Newton, um corpo tende a permanecer em repouso até que uma força suficiente interaja com o mesmo. Analogamente, a sociedade brasileira permanece inercialmente estática em relação ao problema. Exemplificando, grande parte das musicas populares - geralmente presente em meios sociais - incentivam o consumo alcoólico. Assim, a sociedade torna-se conivente com tais práticas, sendo necessárias ações que estimulem uma reflexão acerca do cenário atual.
Além disso, ainda de acordo com leis newtonianas, toda ação tem uma reação. No entanto, apesar de existirem leis que proíbem a venda de bebidas alcoólicas para menores, tais medidas não têm refletido numa melhora no quadro atual, visto que, de acordo com pesquisas realizadas elo IBGE, 70% dos adolescentes entre 13 e 15 anos afirmaram já terem exerimentado bebidas alcoólicas, caracterizando tais diretrizes como contraproducentes. Logo, é imprescindível que haja mais rigor no cumprimento da legislação.
Portanto, é mister que o estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para que a sociedade saia de seu estado reflexivo estático, urge que o Ministério da Saúde, em parceria com o da Comunicação, por meio de campanhas publicitárias, informe e detalhe as consequências do consumo alcoólico precoce. Ademais, visando uma maior eficácia no cumprimento da lei, o Poder Legislativo, junto ao Ministério das Cidades, deve fiscalizar, por meio de agentes fiscais, os estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas, sendo necessárias pesquisas específicas para saber a localização dos focos de venda ilícita. Somente assim, será possível ir contra o estado estático da sociedade e as ineficiências da legislação e, finalmente, barrar comportamentos que, assim como os de Diego, são reproduzidos entre os jovens brasileiros.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!