O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Brasil: escola da violência


Na série de TV catalã, Merlí, os desafios do professor para conquistar a classe são apresentados por meio da trajetória do filósofo, Merlí, que passa de rejeitado para o mais amado dentre os profissionais de ensino. No Brasil, os obstáculos enfrentados pelos educadores vão muito além de somente obter o apreço dos estudantes. Isso porque, além das questões econômicas, a situação social da população vem demonstrando riscos à segurança das instituições de ensino nacionais, como exposto frequentemente na mídia.


De início, é válido relembrar os esforções do possesso à vista da perpetuação dos ideias iluministas de educação livre para todos, que concretizaram-se no país apenas com a Era Vargas. Conforme previsto na luta pró-educação, a mesma foi, de fato, valorizada durante décadas, sendo a profissão de docente respeitada no meio social. Contudo, atualmente, além de submeterem-se a salários baixos e infraestrutura precária, os profissionais do ensino também encaram a violência verbal e não verbal.


Mormente, em meio ao cenário de falta de respeito e condições pra o ensino, o professor torna-se vulnerável. Isso, é evidenciado pelo meio midiático, que veicula aos seus trabalhos casos em que a violência sobrepõe-se moral. Nesse caso, tem-se o exemplo do professor Paulo Rafael Procópio, que foi agredido por um de seus alunos em razão do mesmo irritar-se por falta de uma caneta.


À vista disso, tendo o conhecimento de que o Brasil lidera o ranking mundial de agressão aos professores, segundo pesquisa da OCPE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) fica explícita a necessidade de solucionar o problema. Para isso, cabe ao meio midiático utilizar seu poder a fim de reduzir os índices de violência, por meio de propagandas persuasivas, filmes e quadros que retratam o problema exposto.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!