O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: Meio ambiente e poluição no Brasil:


A Teoria Malthusiana retrata que a população cresce em progressão geométrica, ou seja, de forma cada vez mais rápida, enquanto a produção de alimento cresce em progressão aritmética, isto é, de maneira gradativa. Nesse cenário, nota-se a realidade presente na sociedade de forma análoga a essa teoria, a qual retrata a poluição do meio ambiente a progressão geométrica no campo hodierno. Destarte, faz-se profícuo analisar a herança histórico-cultural e o reflexo do individualismo como pilares fundamentais da problemática.
É incontestável que a herança histórico-cultural mostra-se como um dos desafios à consolidação desse revés. A respeito disso, sabe-se que em meados do século XVI os portugueses, no Brasil, cultivavam a ideia de que os recursos da natureza são infinitos. À vista disso, a sociedade por tender a incorporar as estruturas sociais da sua época, conforme defendeu Pierre Bourdieu, naturalizou a concepção do século XVI e passou a reproduzi-la hodiernamente. Logo, é indubitável que os cidadãos são imprudentes em relação ao ecossistema por acreditarem que os recursos ambientais são desmesuráveis, isso devido a ausência de incentivo e informação sobre o uso sustentável dos elementos naturais e, consequentemente, adquirem características peculiares, como o consumo exacerbado, o qual está atrelado à poluição do meio ambiente.
Da mesma forma, evidencia-se que essa situação é corroborada pela inexistência de empatia em uma sociedade pós-moderna. Outrossim, em conformidade com Zygmunt Bauman, o individualismo é uma das principais características e o maior conflito da pós-modernidade. Quanto a essa questão, ao analisar o pensamento do sociólogo polonês, observa-se na contemporaneidade a falta de capacidade de se colocar no lugar do outro, visto que quanto menos alteridade nas relações sociais mais conflitos ocorrem. Por conseguinte, é incontestável que os civis, na maioria das vezes, não pensam nos impactos que a poluição, principalmente, as oriundas das indústrias, por ser uma maior fonte causadora de danos à atmosfera, pode causar ao ambiente e às próximas gerações. Assim, não é razoável que a nação que, tanto almeja o desenvolvimento enfrente esse retrocesso: a poluição ambiental.
Portanto, é imperativo que o Ministério da Educação, que tem como função social regrar e organizar o corpo social por intermédio da educação, promova em todas as escolas e universidades brasileiras, debates sobre o meio ambiente e a poluição no Brasil, com a participação de mestres e doutores na área, por meio de simpósios e palestras, uma vez que esses projetos auxiliam o indivíduo na mudança comportamental, com o fito de atenuar a vicissitude em questão. Paralelamente, o Ministério do Meio ambiente deve propagar campanhas de abrangência nacional junto às emissoras de televisão, como forma de instruir o tecido social dos impactos da poluição no Brasil. Posto isso, a ideologia do século XVI não será mais concretizada na cidadania brasileira.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!