O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A juventude contemporânea utiliza- se das mídias sociais para se manter conectada e informada. É imensurável a quantidade de informações que se pode obter por meio dessas redes. Nesse contexto, é possível afirmar que o fácil acesso a tecnologia contribui de forma significativa para o acesso a pornografia e práticas como o "sexting", o que estimula os jovens a praticarem sexo de forma irresponsável e impensada. Percebe- se que a educação sexual é de extrema relevância nessa fase da vida.



Entre os fatores para a irresponsabilidade quanto à própria sexualidade, está a pressão social exercida por jovens próximos, em que se constata a relação do sexo com o "status". Pode- se observar que a falta de clareza e perspicácia induz o adolescente a descuidos com danos irreparáveis como abuso sexual, relação abusiva, estupro, gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis, além de, possíveis transtornos psicológicos. Dessa forma, é necessário que o jovem entenda o que é sexualidade como pode ser exercida com segurança.



Existe a discussão acerca da posse de responsabilidade quanto a educação sexual dos jovens, enquando uns afirmam que é da Escola, outros dizem que é da família esse dever. É sabido que ambos tem uma obrigatoriedade de orientação, mas nem sempre isso é possível, pois ainda existe a crença de que é um tema censurado e que portanto não deve ser discutido. Porém, a sexualidade é mais abrangente que o próprio ato sexual, pois diz repeito a imposição de limites, conhecimento do corpo humano, segurança e proteção do indivíduo, ou seja, são informações que podem levar a prevenção dos problemas já citados.



Portanto fica claro a importância da educação sexual ainda na juventude, sendo necessário uma ação conjunta do Ministério da Educação e Governo Federal para a inclusão desta na grade curricular escolar. Mídia e Governo também podem agir com a criação de propagandas com o intuito de informar e orientar toda a população. E com promoção de eventos que envolvam a família e o jovem, a fim de facilitar a comunicação e quebra de paradigma acerca do assunto. Sendo assim, com o fortalecimento dessas redes de conhecimento, o adolescente não mais permanecerá num ciclo de completa falta de informações e poderá entender e exercer sua sexualidade com zelo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!