O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Sócrates,filósofo da Grécia antiga,participava constantemente de debates com os indivíduos da pólis,a fim de questionar e refletir sobre o mundo em que viviam.Para os gregos,cidadão era aquele que participava diariamente dos debates na Àgora-local apropriado para discussão.No entanto,não há tal valorização ao diálogo na atual sociedade brasileira,tendo em vista a centralização de ideias,que resulta em intolerância.
Em princípio,vale ressaltar os motivos da ausência de diálogo populacional.Para o pensador pós-estruturalista Stuart-Hall,o ser humano é dotado de múltiplas identidades e,consequentemente,ideais.Contudo,essa diversidade é um empecilho a partir do momento em que se transforma em centralização,ou seja,o indivíduo julga seu pensamento como verdade absoluta,fazendo-o convergir com ideias de outras pessoas.Logo,tal ato é nocivo para o equilíbrio da sociedade,visto que pode resultar em intolerância e até mesmo extremismo.
Ademais,violência,ódio e mortes são os principais malefícios consequentes da intolerância de opiniões no país.Nesse espectro,é pertinente citar a máxima do escritor Augusto Cury,o qual afirmava que,pessoas frágeis utilizam violência,enquanto as fortes,as ideias.Desse maneira,os indivíduos ignorantes e fracos da sociedade são aqueles que não toleram a diversidade de pensamentos no meio social,e usam o ódio para afirmar que apenas sua opinião é verdadeira.Assim,percebe-se a necessidade de uma intervenção estatal sobre a problemática.
Posto isso,medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da falta de diálogo no Brasil.O Ministério da Educação,em consonância com o Ministério da Cidadania,deve incetivar a divergência de opniões e o debate,por meio de palestras,com sociólogos e professores,em escolas e praças públicas,visando a abrir a mente de alunos e cidadãos para a diversidade de pensamento.Logo,tais medidas resultarão individuos fortes,que dialogam,debatem e usam suas ideias,tal como afirmava Cury.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!