O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA:


Os efeitos da supervalorização do trabalho na atualidade


É indubitável que após a ''Reforma Protestante'',os modos de produção sofreram mudanças drásticas,o trabalho começou a ser ''digno'',disseminando essa crença pelo mundo ocidental,aumentando a jornada de trabalho,o esforço físico e psíquico do trabalhador do século XVI,provocando doenças psicológicas e físicas.Sobre essa temática,cabe analisar suas origens e efeitos.
Em primeiro lugar,retornando ao século XVIII,na Inglaterra,o homem passou por profundas mudanças no modo de trabalhar,forçando seus limites biológicos,recebendo salários ínfimos e vivendo na miséria social.E,mesmo nesse período o homem já começava a apresentar os sintomas negativos provocados pela necessidade de conseguir um emprego e sustentar sua família,situação que também ocorre nos dias atuais.
Além disso,com o passar do tempo,novas adaptações foram exigidas para se inserir no ambiente do ofício moderno,como diplomas de cursos técnicos ou superiores,sendo um estilo de vida almejado por várias camadas da população.Muitas vezes,pelas precárias condições de infraestrutura do país e pelas disparidades socioeconômicas regionais,o indivíduo acaba não adquirindo a vaga e se torna refém de doenças mentais como a depressão,ansiedade e crises de pânico.
Portanto,fica evidente que medidas são necessárias para amenizar os efeitos drásticos da valorização em excesso de se inserir no mercado de trabalho.O governo, por meio do Ministério da Educação,deve investir imparcialmente tanto na criação de cursos técnicos e na educação básica,a fim de gerar mais empregos e jovens preparados para ingressarem nas universidades.É claro que essas medidas a longo prazo não resolveriam todos os problemas,no entanto,mitigariam de forma gradual essa instabilidade social.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!