O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

No período da segunda guerra mundial, surge o quadrinho- "Capitão América"- o herói foi fruto de um experimento do projeto "Supersoldado", o qual o teve como único resultado forte. Contudo, este personagem gerou impacto que o levou a representante da pátria na era moderna de luta. Trazendo para a realidade, atualmente, uma demanda de patrimônios culturais, em consequência da falta de preservação, vem impulsionando problemas que afetam a memória e econômia do Brasil.


A príncipio, no processo de colonizaçâo brasileira (1530), ocorreu a ruptura de costumes, através da catequização, ferindo os índigenas, condenando-os como impuros. Notadamente, a sociedade passa por impasses culturais, em razão da desvalorizaçao- ausência de prioridade do cuidado público- em exemplo, o descuido do Museu Nacional, gerou a combustão do local, com perdas de artefatos que constituiram partes da naçâo. Deste modo, a exclusâo da memória prejudica a história hereditária, a qual ocasiona a quebra do conhecimento da futura populaçâo; tornando-se uma "nova catequizaçâo", associada ao pensamento do filósofo Confúncio -" se queres prever o futuro, precisa estudar o presente"- cujo se contradiz com os acontecimentos atuais.


Por conseguinte, como no quadrinho do "Capitão", ele move a pátria em seu favor, paradoxalmente, no Brasil, ocorre ao contrário, distanciando dos símbulos arqueológicos, principalmente após danos, pois são vistos como pesos na econômia, devido a crise do país, impedindo os investimentos nas reustarações das instituições; explícito no site Folha da Uou: "Estado de São Paulo reduz verba da culturanhá dez anos."


Portanto, para findar as obstruções citadas, é mister que a IPHAN- orgão responsável pelos patrimônios- em parceria com o Ministério de segurança pública, aumentem a proteçao dos locais, com guardas, para evitar poluição e desgaste das peças, por meio de vestabas governamentais. Ademais, o Ministério de Educação em junção com o ministério de cultura e o Estado, atravéis de recursos estaduais( dinheiro), precisam formular projetos estudantis: passeios culturais e debates, como forma de instigar a curiosidade dos jovens; para então, maximizar a valorização patrimonial no corpo social.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!