O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O feminicídio é uma triste herança do passado que perdura até hoje na sociedade. A ideia de uma superioridade de gênero ainda é deposta em pauta por uma parcela da população. Mas, afinal, como esse problema pode ser sanado?


Em primeiro lugar, deve-se destacar a submissão em que a mulher foi, e ainda é, exposta. A ideia citada, de uma sociedade cultuante de uma superioridade masculina, faz esse cenário se intensificar cada dia mais, um passado misógino ainda assombra a vida das mulheres. Mesmo com a evolução do pensamento (e consequentemente uma queda de preconceitos), ideias retrógradas ainda se fazem presentes. No ano de 2018, o Portal G1 publicou uma lamentável notícia de uma jovem assassinada pelo padrasto no interior de Minas Gerais, na cidade de Nova Serrana. O motivo foi uma crise de ciúme tida pelo assassino que estava "apaixonado" pela garota. Tais acontecimentos intensificam ainda mais a ideia de objetificação da mulher e, consequentemente, a ideia de "propriedade" de outra pessoa.


Em contraste a essa realidade, ao longo da história, surgiram vários movimentos contra esses tipos de abuso, e um, indispensável para a evolução da posição feminina, é o feminismo. Um movimento que busca a igualdade e que tem ganhado cada vez mais força no Brasil. As mulheres correspondem a aproximadamente 52% da população brasileira - de acordo com o IBGE -, e como conseuqencia dessa maioria, o movimento feminista cresce cada vez mais, intensificando a luta pela liberdade e igualdade das mulheres.


Por fim, é evidente a conclusão de que uma das principais causas do feminicídio é o machismo imposto pelo patriarcado. Como possível solução, o Estado deve amparar as mulheres, assistindo-as de todas as formas possíveis e incentivar oficinas e projetos, principalmente em escolas, enaltecendo a importância do papel feminino na sociedade. A educação dos jovens acarretará numa sociedade mais próxima à utopia, afinal, como dizia Pitágoras: "Educai vossas crianças, para que não punam os adultos".

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!