O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Trauma psicológico,falta de humanidade,banalização dos direitos humanos.Entre os principais problemas da divulgação pública da imagem de crianças que precisam de adoção,destaca-se a objetificação do ser humano,que danifica cada vez mais integrações desses jovens na sociedade.Desse modo,cabe analisar as principais causas,consequências e possível medida para a solução do revés.


Hodiernamente para que as crianças sejam adotadas os futuros pais adotivos exigem conhecer os jovens.No entanto,muitas vezes esses adolescentes são ridicularizados,como em casos onde são expostos em desfile de apresentação ou em aplicativos de celular.Nessa perspectiva,é inaceitável que um pais signatário dos Direitos Humanos,promulgado pela ONU no século XX, permita que suas crianças sejam apresentadas a essa,monstruosa,objetificação.


Ademais,convém entender que o ser humano é sociável e facilmente moldável.De acordo com Anthony Giddens,os indivíduos são influenciados pelas estruturas vigentes em seu catidiano ou seja,as imposições sociais codicionam as ações dos agentes individuais.Nessa perspectiva,é nocivo que essa condição de objeto continue sendo imposta aos jovens aptos à adoção,haja vista que essa objetificação condiciona os pequeninos a aceitarem esse papel social - o de artefato.


Em síntese,a Secretária Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente deve ser o órgão que promove o encontro entre os pais e seus possíveis filhos adotivos,isso deve ocorrer por meio de uma maior organização do sistema brasileiro de adoção,com a proposta de oferecer as crianças um perfil dos pais que estão querendo realizar a adoção.A fim de dirigir à criança a opção de se apresentar ou não as pessoas que desejam adotá-la.Assim,então,os jovens conseguirão retomar,novamente,o controle de suas vidas,sem serem expostos e ridicularizados de forma obrigatória.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!