O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Na série televisiva "13 Reasons Why", o autor, Jay Asher, expõe, por meio dos motivos que levaram a personagem fictícia Hannah Baker a se suicidar, a maneira como a sociedade lida com esse assunto. Atualmente, mesmo após avanços no combate ao suicídio, o tabu em volta do assunto permanece e se reflete no aumento do número de casos de suicídios entre os jovens brasileiros. Nessa perspectiva, algumas alternativas para o enfretamento dessa problemática devem elaboradas para que uma sociedade mais ideal seja alcançada.


Convém analisar, a princípio, que o "bullying" é o fator determinante no aumento de suicídios de jovens no país, uma vez ele ocorre principalmente no seio escolar, onde se encontra um grande número de indivíduos em plena formação sociocultural, ou seja, em situação de vulnerabilidade. Segundo dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, o PISA, que mostram que 17,5 % dos alunos brasileiros sofrem algum tipo de violência seja física, verbal ou psicológica no mínimo uma vez por mês. Diante do exposto, é necessário que as instituições de ensino do país promovam um ambiente escolar mais humanizado, que valorize a individualidade de cada pessoa e onde tal prática, tão nociva para sociedade, não seja vista como algo do cotidiano.


Faz-se mister, ainda, salientar que uma base familiar solida é de suma importância para a boa formação do indivíduo, e que a ausência da mesma tornar-se impulsionadora do aumento de casos de autoagressão entre os grupos mais jovens da sociedade. De acordo com Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, a falta de solidez nas relações sociais, econômicas e políticas são características da "modernidade líquida" vivida no século XXI. Diante de tal contexto, é inaceitável que não haja da parte do Governo Federal políticas públicas de apoio aos grupos sociofamíliares, tais como visitas frequentes a psicólogos, com o intuito de preservar a saúde mental dos indivíduos desse grupo familiar.


Infere-se, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem à construção de um mundo melhor. Dessa maneira, urge que o Ministério da Educação em conjunto com a Secretaria Nacional da Família promovam a criação de um programa de combate ao suicídio, que tenha como as principais áreas de ação o núcleo escolar e os grupos familiares, por intermédio de palestras, trabalhos em grupo e debates que envolvam a sociedade, a respeito do assunto visando informar e ensinar as pessoas a com lidar com esse tema, com isso diminuir o número de casos de suicídios no país. Dessa forma, o Brasil poderia superar a questão do suicídio entre os jovens.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!