O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Consumismo Imposto


Após a 1ª e a 2ª Guerra Mundial os Estados Unidos disseminou, por intermédio da televisão, o "American Way of Life", no qual propagava a mensagem de que a felicidade estava diretamente associada ao alcance de bens materiais. Essa realidade não se restringe ao século XX, ela encontra eco no Brasil atual. Impactamos ao mundo, não mensurarmos nossas compulsões influenciadas pelo meio virtual, o qual nos leva a certas posturas, até mesmo quanto a vestimentas, desvalorizando o que nos pertence.


Nesse prisma, do AIM ao instagram, atualmente, devido à globalização, a internet, com proporcional abalo ao da TV anteriormente, impulsiona o consumismo exacerbado. Manipulador, o youtube, assim como outras redes sociais, por meio de suas propagandas, sem censura, influenciam pessoas de todas as faixas etárias a um padrão de compra. Crianças, sem a maturidade para a compreensão de que as mídias nem sempre difundem a verdade, são transformadas em objetos de mercantilização e perdem a afetividade aos objetos característica dessa idade. Destarte, devemos criar mecanismos que estipulem e proporcionem um controle sobre quais são as informações transmitidas e a quem, avaliando as repercussões dessas.


Ademais, a era digital inicia uma cultura permanentemente insatisfeita com suas conquistas, subestimando o que não tem, por vezes em razão dos algoritmos incompreendidos que estipulam um consumo. Parafraseando Aristipo: " nada é o bastante para quem considera pouco o que já é suficiente". Desse modo, é inaugurada uma ditadura do que devemos ser, imprimindo, comumente, a necessidade de vestir roupas especificas, introduzindo uma moda em larga escala relacionada, por vezes, até mesmo ao trabalho escravo. Logo, é imperioso o estimulo a desafios, como o do armário capsula, nos quais se restringem as opções de peças de vestuário, adotando que a inovação se da pela combinação, e não pela nova etiqueta.


Infere-se que, além das ações já ditas, é fundamental que corporações de tecnologia, por intermédio de profissionais capacitados, criem aplicativos de trocas, reduzindo o consumismo e promovendo um "comércio" do bem. Não obstante, é imperioso o desenvolvimento e a implantação de leis, pelo Poder Legislativo, por meio de sessões, que tangenciem e avaliem o caráter manipulador, voltado para a compra, de publicações online.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!