O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre


No meio do Brasil tinha lixo





O problema do lixo não é uma invenção do século XXI e pode ser observada desde o Brasil colonial quando os rejeitos humanos não eram descartados corretamente, tendo muitas vezes como destino as ruas, contribuindo com a proliferação de doenças e a má aparência das cidades, descritas pelos estrangeiros como imundas e desorganizadas.




É tácito que o descarte incorreto de resíduos sem um comprometimento social e com a natureza, conforme observado nos lixões a céu aberto, acarreta várias consequências, entre elas podemos destacar a liberação do gás metano, proveniente da decomposição do lixo. Esse gás contribui com o aquecimento global, fenômeno que fora dos níveis normais promove o aumento da temperatura que gera derretimento das calotas polares, secas e extinção de espécies. Apesar disso, esse elemento, pode ser reaproveitado em biogestores, que transformam ele em gás de cozinha ou em combustível, usado para movimentar automóveis.


Outro aspecto a ser abordado que é amplamente empregado por países europeus é o costume de enviar o lixo, em grandes navios, aos países pobres, localizados na Ásia e África. Esses locais não possuem estrutura suficiente para dar o fim correto aos materiais, que são expostos ao céu aberto, onde pessoas humildes, sem nenhum tipo de proteção, o coletam como uma fonte de renda. Além do lixo normal, compostos eletrônicos e hospitalares muitas vezes também são enviados, atenuando a situação e levando ao aumento de casos de intoxicação dos catadores, que podem futuramente desenvolvem problemas de saúde, como câncer e dificuldades respiratórias.


Diante dos fatos elencados, infere se que esse é um cenário grave que deve ser modificado e é resultado de uma questão cultural, observada a séculos. Para isso é necessário que a ONU por meio de leis aos seus países membros, empregue medidas contra o envio de elemento as nações pobres do mundo para que outras consequências futuras sejam prevenidas. Em seguida, é preciso a atuação do Ministério da Educação, aliado ao Ministério do Meio Ambiente, na conscientização da população por meio de campanhas publicitárias, na Tv e na internet para que um grande público seja alcançado. Por fim, a ação do Poder Legislativo, é de suma importância, auxiliando na aprovação de medidas que punam descartes incorretos e acabem progressivamente com os lixões a céu aberto, implantando medidas mais sustentáveis. Aliando esses pontos, será possível minimizar a questão do lixo no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!