O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Falta de Saneamento básico


"Ontem fui visitar uma amiga do meu pai e, chegando lá me deparei com a água do rio misturada com a do esgoto, um odor terrível, lixo por todo lado. Nem parecia a mesma cidade". Essa narrativa fictícia, mas verossímil, retrata um dos maiores problemas enfrentados pelo povo brasileiro há anos: a falta de saneamento básico.


Seguindo isso, em meados do século XX, ocorreu a revolta da vacina, em que o governo, com o objetivo de diminuir os problemas de saúde causadas pela falta de tratamento da água, trouxe a vacinação, porém o povo lutou contra, de forma ignorante e leiga. Mais tarde, no século XXI, ocorre a situação do Rio Tietê, o mais poluído do Brasil, que as comunidades ribeirinhas reclamam, mas elas mesmas ajudam a poluir.


Em uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde (OMS), mostra que de 3 dólares usados na saúde, 10 dólares são economizado na limpeza da água, deixando espaço para bactérias e vírus se proliferarem e prejudicarem a saúde e bem-estar da população, sem recursos para se recuperarem. O Instituto Trata Brasil mostrou que mais de 70% das doenças decorrem do contato com água suja.


Diante disso, o grande filósofo Pierre Bourdiau trouxe a ideia de "Habitus", que é um estigma social onde a população internalizou a causa de que o governo é o único e exclusivo que pode ajudar na saúde da sociedade. Seguindo esse raciocínio, o povo precisa derrubar esse parâmetro de exclusividade e deve promover, por meio de propagandas e projetos de reciclagem, a conscientização de não jogarem lixos e materiais tóxicos nos rios, lagos, no chão, e assim começar a diminuir o problema da falta de saneamento básico.


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!