O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: DESAFIOS PARA A PROTEÇÃO DA POPULAÇÃO LGBT NO BRASIL


Em épocas passadas, durante o século XX, Adolf Hitler matou e exilou milhões de pessoas em razão da superioridade da "raça ariana". Entre as vítimas, milhares de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais (LGBT's) foram assassinados. Hodiernamente, a comunidade LGBT ainda sofre com essa visão inferiorizada designada à mesma, mostrando que a problemática ainda persiste. Tal mazela possui graves consequências, como os altos índices de violências, assassinatos e até mesmo a falta de oportunidades para esse público. Nesse sentido, nota-se um problema de caráter retrógrado que precisa ser combatido.


Em primeira análise, cabe pontuar que o alto índice de violências físicas contra o grupo LGBT são alarmantes. Na maioria dos casos, tais violências acarretam em casos de assassinatos contra esses indivíduos. Em contrapartida, há também violências psicológicas, cujas consequências resultam também em casos graves, como o suicídio. Tal afirmação é comprovada ao se analisar a afirmação do sociólogo Émile Durkheim, que afirmou que o suicídio não é um fato individual, mas social.


Outrossim, conforme dito por Newton, toda ação resulta em uma reação de sentido oposto e igual intensidade. De maneira análoga, é de extrema relevância destacar que a população LGBT, como consequência dos preconceitos, sofre com a falta de oportunidades nos âmbitos escolares e trabalhistas.


Destarte, o Ministério da Educação (MEC) deve, juntamente com as mídias sociais, desenvolver palestras e propagandas com o fito de conscientizar a população brasileira das graves consequências causadas pelo preconceito contra LGBT's. Igualmente, o Ministério da Justiça deve criar sites de denuncias para quaisquer tipos de violência contra homossexuais. Faz-se necessário também que as próprias vítimas denunciem casos de agressões para que, dessa maneira, o slogan " Brasil, um país de todos " faça valer seu real significado.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!