O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: CAMINHOS PARA O COMBATE DE DOENÇAS EPIDÊMICAS NO BRASIL

Com as revoluções técnico-científicas e tecnológicas, várias áreas do conhecimento evoluíram, sobretudo a medicina, ao passo que novas doenças foram diagnosticadas, a cura também foi, aos poucos, encontrada. É evidente que existem patologias, as quais os vírus têm condições de mutar-se, dificultando, dessa forma, a sua erradicação, por exemplo a gripe e o zika. No entanto, doenças como a febre amarela erradicada no século XX, tem estado presente e em quantidade na atual sociedade brasileira, em vista da precária e ineficiente sistema de vacinação e de ideologias sociais que repudiam essa imunidade preventiva. Assim, deve-se procurar meios de mitigar essas doenças "assassinas".
Em um primeiro plano, deve-se compreender, portanto, que as patologias, sobretudo as epidêmicas provocam mortes por todo o país, segundo a OMS(Organização Mundial de Saúde). Em vista disso, muitos políticos, de forma desumana e lamentável, não priorizam essas mazelas sociais, posto que não lhes dão visibilidade suficiente e até mesmo nula, tornando,dessa forma,o país carente diante do sistema de saúde. Consoante ao autor José Saramago em sua obra "Ensaio Sobre a Cegueira", " ao passo que as pessoas adquirem a patologia social, conhecida como "Cegueira Branca" elas se tornam indiferentes diante de temáticas críticas e problemáticas". De fato, a cegueira branca acomete a alguns políticos, nesse caso, ao passo que as doenças deveriam ser mitigadas, atuam sobre a população que é negligenciada e esquecida. Deve-se, portanto, retirar as vendas dos olhos da população eleitora, a fim de que seus candidatos tenham políticas públicas sanitárias eficientes.
Em vista disso, há quem afirme que as vacinas são ineficazes e formas do Estado de controlar toda a população, visto que acreditam que elas mais causam danos à saúde do que, de fato,melhoram. Em contrapartida, essa desconfiança se dá, pois o processo de ação das vacinas exige que vírus sejam inseridos no corpo do indivíduo, criando, dessa forma, a imunidade preventiva.Historicamente, esse desconforto não é atual, já que no século XX o sanitarista Oswaldo Cruz tentou implementar vacinas obrigatórias para a população que se rebelou, evidenciando a falta de informação. Logo, é importante que a população desconstrua esse imaginário de ideologias incoerentes, a fim de melhorias nas condições de saúde.
Infere-se, portanto, que as patologias epidêmicas são verdadeiras mazelas à comunidade. A fim de atenuar esse problema, o Ministério de Saúde em parceria com as mídias devem elaborar um projeto que pluralize informações e melhore as condições de saúde e vacinação. Isso se dá por meio de obras sanitárias, propagandas de TV que incentivem a população, visto que são formas eficientes de criar sujeitos conscientes em seu entorno. Assim, será possível que esses caminhos de erradicar doenças sejam trilhados e a população devidamente segura e protegida.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!