O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

"A questão agrária no Brasil"
Em 1850 foi criada a primeira lei de terras no Brasil, na qual, definia que só teria a posse de terras quem a comprasse, naturalmente, a maioria dos grupos segregados não tiveram acesso a terra, como ex escravos e imigrantes da época. Dessa forma, nota-se que a questão agrária brasileira concentrada não é uma invenção atual, isso se deve a fatores como o receio político em relação ao reparo e a influência midiática nesse meio.
Em primeira análise, constata-se que historicamente a discussão em pauta da reforma agrária brasileira tem sido vista com um certo "tabu". Quando no mandato de Jango teve um projeto de reforma agrária mas foi deixada de lado por tendências políticas, que não prosseguiram com a causa. Dessa maneira, a distribuição de terras concentra-se nas mãos de poucos,, muitas famílias não possuem moradia e propriedade para o cultivo familiar, proporcionando um índice alto de desigualdade social e pobreza.
Outro aspecto a ser considerado, nesse sentido, são os meios de propagação de informação que evidentemente criminalizam em seus discursos alguns movimentos como o MST, classificando muitas vezes como vandalismo, favorecendo um grupo e desfavorecendo outro. Além disso, é importante ressaltar que 45% das terras brasileiras estão sob controle de apenas 1% de propriedades rurais. Dessa forma, uma parte importante da população não apoia tais lutas, não tendo em vista a seriedade desse mecanismo.
Torna-se evidente, portanto, que a questão agrária brasileira deve ser revisada. Cabe ao poder executivo revigorar as leis existentes por meio de novas emendas constitucionais em conjunto com o poder legislativo, para que seja efetivada as propostas de institutos como o INCRA, a fim de diminuir essa desigualdade e pobreza no Brasil e que todos tenham seu direito de moradia e igualdade exercido.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!