O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A questão do índio no Brasil.

A constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país prevê o reconhecimento e proteção aos grupos indígenas em todo território nacional. No entanto, tal pegorrativa legal não tem se aplicado com ênfase na prática uma vez que os povos indígenas ainda lutam para exercer o direito a terra e ter a sua cultura reconhecida no país.
É primordial destacar que a questão governamental e suas falhas estejam entre as causas do problema. Segundo, Aristóteles," A política deve ser usada de modo que, por meio da justiça, o equílibrio seja alcançado". De maneira análoga ao pensamento do filósofo, a ação legal encontra-se distante uma vez que mesmo sendo regularizado as terras indígenas sofrem disputas, principalmente, entre industrias e madeireiros que buscam explorar ilegalmente recursos da região e expulsar os indígenas por meio da violência.Assim, há uma impunidade na lei de proteção as áreas indígenas.
Outro obstáculo para os índios no Brasil, é que ainda no século XXl, persiste o preconceito e a desvalorização da sua cultura.Isso ocorre por que desde sempre o índio sofre esteoritipos no romantismo, por exemplo, retratado como um bom selvagem e atualmente em uma sociedade capitalista o modo de vida indígena é considerado primitivo.Nesse aspecto, o desconhecimento acerca da contribuição indígena para humanidade influenciam decisivamente em atitudes xenofóbicas.
Portanto, é necessário uma maior proteção do Estado nas regiões indígenas, é preciso que as leis de violência aos índios sejam mais rigorosas, além disso, uma implementação de câmeras e monitoramento da polícia federal nas áreas protegidas,o efeito disso é uma maior proteção.No mais, o Ministério da Educação junto com a mídia deve trabalhar a cultura indígena, com debates entre jornalista e líderes de tribos indígenas, artes visuais, novelas e campanhas socioeducativas a fim de desconstruir o preconceito.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!