O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A Medicina há muito deixou de exercer seu papel preventivo e holístico e, infelizmente, passou a servir as classes dominantes, sendo oferecidas, de maneira qualitativa, a àqueles que podem pagar por tal serviço. Dessa maneira, observa-se, sobretudo no Brasil, a persistência do aumento de doenças virais, principalmente em áreas periféricas esquecidas pelo governo, outrora erradicadas, como a febre amarela, ou aquelas mais recentes, como a zika. Assim, é notório que medidas publicas, como a oferta de saneamento básico, programas de vacinas e lucidez humana devem ser oferecidos e efetivados para mitigar casos de epidemias nas terras brasileiras.
Em um primeiro plano, historicamente o Brasil foi marcado por diversos momentos nos quais a erradicação de doenças virais foi realizado por meio da coerção. Nesse sentido, o médico sanitarista ,Oswaldo Cruz, tentou por meio da vacinação a cura da febre amarela no Rio de Janeiro, a qual foi anos depois erradicada. Entretanto, nos dias atuais, devido ao aumento de regiões periféricas, da aglomeração populacional e da falta de medidas de saneamento básica a doença reapareceu , sendo, por conseguinte, o dever do Estado por melhores condições de vida, além da efetivação dos direitos do cidadão exposto na Constituição de 1988- saúde de qualidade. Logo, a redução de lixos e ampliação de projetos de saúde pública são maneiras de combater doenças as quais podem dizimar partes da população, principalmente, as desapercebidas economicamente.
Outrossim, há quem acredite que doenças virais devem existir para retirar populações que não estão aptas à vida, porque acreditam na tese do evolucionista Charles Darwin, o ambiente atua selecionando os mais aptos à sobrevivência. Em contrapartida, essas patologias somente serão combatidas quando atingirem as camadas mais influentes da população, porque essas, na maioria das vezes, tornam invisíveis os problemas sociais, importando-se somente com dinheiro e poder. Assim, consoante a José Saramago, em sua obra "Ensaio sobre a cegueira" é revelada uma patologia social, a cegueira branca, em que pessoas são tomadas por falta de visão e estão intolerantes, individualistas, estão "ensimesmadas", importam-se somente com problemas individuais. Por certo, nota-se essa falta de lucidez no cenário brasileiro atual, o qual milhares de brasileiros estão cegos por possuírem condições econômicas e possibilidade da conquista de vacinas ou de serviços de qualidade, sendo fulcral a mudança, por meio do estímulo ao sentimento altruísta e empático do homem.
Infere-se, portanto, que o retorno de doenças endêmicas ocorreu devido a falta de saneamento básico e egoísmo humano. A fim de atenuar o problema, o Governo federal em parceria com as mídias sociais devem promover a divulgação de campanhas de vacinação e melhorias nas condições de vida, por meio dos serviços de água tratada e esgoto encanado , através de panfletos quem contenham as formas de combater água parada, além disso deverá existir a visita efetiva de agentes sanitários, os quais com uso de substancias químicas impeçam a proliferação de mosquitos vetores de doenças como zika, dengue e febre amarela, porque a mídia quando trabalhada como veículo de comunicação é capaz de formar indivíduos altruístas em seu entorno, assim o combate serrá efetivado e a medicina poderá ser preventiva , impedindo a falta de lucidez da população.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!