O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: A QUESTÃO DO DIREITO À GREVE DOS PROFISSIONAIS QUE PRESTAM SERVIÇO PARA A POPULAÇÃO

De acordo com a Constituição Federal Brasileira de 1988, é garantido o direito de paralisação, competindo aos proletariados decidir sobre o momento de exercê-la e sobre os interesses que devam por meio dele defender. Entretanto, o crescente número de trabalhadores que são punidos pelos empregadores, evidencia que esse direito não está sendo usufruído. Dessa maneira, é necessário analisar os motivos que levam a essa conjuntura.

Em primeira análise, é relevante ressaltar a ineficiente fiscalização dentro dos ambientes profissionais, a qual influencia para que o direito a greve não seja cumprido conforme na Constituição. Nessa perspectiva, de acordo com o filosofo Immanuel Kant, "o homem é aquilo que a educação faz dele", uma vez que , não é cobrado do empregador a executar a lei, o problema continuará até que seja educado. Consequentemente, com isso muitos funcionários podem sofrer ameaças, como de perder o emprego por reivindicar pelos próprios direitos.

Em segunda análise, é indubitável que a disponibilidade de propinas entre o empregador e Órgãos responsáveis por administrar o setor, influencia no inoperante desempenho da lei. Nesse contexto, conforme o escritor George Herbert " a gula mata mais do que a espada", visto que muitas vezes as pessoas apenas pensam em si financeiramente e esquecem que um ato mal resolvido pode gerar estragos na vida de pessoas inocentes, como dos trabalhadores que lutam pela dignidade profissional. Sob tal ótica, essas atitude propicia que muitos proletariados sejam agredidos verbalmente no ambiente profissional.

Portanto, é evidente a necessidade de priorizar a fiscalização do dispositivo legal. Para que isso ocorra, cabe a Justiça do Trabalho (TST), o dever de potencializar a vistoria da execução da lei no ambiente profissional, com o intuito de garantir autonomia dos proletariados. Além disso, cabe ao Ministério da Educação, o disponibilizar palestras semestralmente com os empresários, a fim de mostra- lós de maneira detalhada os direitos do trabalhador.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!