O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

É notório que surtos epidêmicos suscita um debate de alto impacto no Brasil.Isso se deve ao fato de que nos últimos anos o número de casos registrados de doenças como a dengue e HIV são alarmantes.De acordo com o Boletim Epidemiologico do Ministério da Saúde, em 2017 foram 219.040 casos de dengue notificados e 88 óbitos causados pela doença no país.Diante disso torna-se expressiva a análise da precariedade do SUS e a educação oferecida pelo Brasil.
De acordo com o artigo 196 da Constituição Federal, a saúde é direito de todos e dever do Estado.Entretanto, no Brasil, não são garantidas políticas sociais e econômicas que visam à redução do risco de doenças e de outros agravos.A precariedade do SUS está ligada a falta de investimentos em hospitais e postos de saúde com profissionais capacitados que atendam a população em geral, e não somente a algumas classes sociais.
A educação e a formação de pessoas no Brasil também sempre foi negligenciada ao ponto de dificultar as pessoas cuidarem adequadamente de si.Segundo uma pesquisa realizada pelo site Plano Feminino, de 827 mil pessoas que vivem com HIV no país, 112 mil desconhecem sua condição.Situações como essa favorecem cada vez mais a circulação do vírus que põe em risco a vida de milhares de pessoas.
As epidemias em geral ocorrem por causa de uma mutação do agente transmissor da doença ou pelo surgimento de um agente novo e desconhecido.Portanto, a Organização Mundial da Saúde, juntamente com os prefeitos das cidades, devem estabelecer metas a seram cumpridas visando melhoras no atendimento pelo SUS e no sistema de saneamento ambiental dos municípios, garantindo assin a segurança da população.Por fim, cabe ao MEC investir verbas para realização de palestras em escolas com objetivo de concientizar os alunos da gravidade dos surtos epidêmicos que tem atingido o Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!