O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

PROPOSTA: AS REDES SOCIAIS COMO MEIO DE ATIVISMO
OBS: O site não tá me permitindo colocar o espaçamento dos parágrafos, desculpa.

Hoje a internet faz parte de inúmeras ações cotidianas, inclusive do ativismo.
Um exemplo é a Primavera Árabe, movimento que ocorreu no Oriente Médio e no
Norte da África para a derrubada de ditaduras que controlam esses territórios, que
foi organizada por meio do uso de redes sociais movimentando inúmeras pessoas.
Nesse seguimento, é inegável o papel imenso dela ao conscientizar cidadãos e engaja-los
em escalas que antes do seu aparecimento não seriam possíveis. Porém, a ação de
mostrar seus ideais apenas nas redes gera uma inércia social preocupante.
Indubitavelmente, a interwebs tem uma abrangência imensa e é extremamente
necessária, atualmente, para comprometimentos sociais. Haja vista a movimentação
de mulheres por meio de hashtags onde casos de assédio e abusos em relacionamentos
eram contados como uma forma de conscientização e esclarecimento sobre a situação,
permitindo, assim, que o número de ligações para o número 180 (cento e oitenta), de
atendimento a mulheres em situação de violência, aumentasse em até 40%. É impossível
negar o comprometimento que a sociedade atual está adquirindo ao ampliar as técnicas
tradicionais de comunicação.
Em contrapartida, a militância online pode ser caracterizada por uma estagnação do indivíduo.
Levando em consideração a teoria da modernidade líquida do sociólogo Zygmunt Bauman há
uma liquidez de valores. Já que, a compreensão é fragmentada e apressada, muitas vezes não
seguida de reflexão. Afinal, a noção de que a simples curtida ou compartilhamento na rede é o
essencial acaba por não gerar soluções reais. Nesse sentido, a etapa presencial em protestos,
por exemplo, é de suma importância para chamar a atenção política, além disso, a análise é
necessária para o voto consciente nas urnas. Dessa forma, o ativismo será expressivo.
Fica claro, portanto, a situação conflituosa no cenário ativista nas redes sociais. Sendo assim,
é necessário que a mídia, tanto televisiva, quanto online, por meio de propagandas e palestras,
deixe claro a importância de se manifestar presencialmente para que a luta por direitos civis seja
efetiva. Além disso, em um contexto de aulas de História ou Atualidades, é indispensável que
escolas discutam e debatam com seus alunos o papel da internet nos movimentos atuais, bem
como a imprescindibilidade, de sair às ruas e tomar decisões políticas que mudem a realidade do país.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!