O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: Analfabetismo funcional
Desde o iluminismo entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa o analfabetismo funcional no campo hodierno, verifica-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática, sendo assim a vicissitude está intrinsecamente ligada à realidade do país, isso decorre principalmente pela baixa qualidade de ensino e pela falta de incentivo à leitura.
Observa-se, em primeira instância, que a baixa qualidade de ensino é fator determinante para permanência da problemática. Consoante ao filósofo Aristóteles, a educação prepara o homem para a vida em sociedade, e por meio dela a felicidade é alcançada. Seguindo a linha de pensamento aristotélica, é incontrovertível, que a educação é fundamental na vida humana, dessa forma, é notório hodiernamente a falta de profissionais capacitados no sistema educacional, ademais, a insuficiência de aulas de interpretações textuais, análise de diversas espécies de textos e resoluções de problemas, destarte, dificulta alcançar a "felicidade" tratada por Aristóteles, como também impossibilita a erradicação do obstáculo.
Deve-se abordar, ainda, que a ausência de incentivo à leitura também é causador da adversidade. No século XVIII, com o advento do romantismo literário e das feiras de livros em várias cidades europeias, a prática da leitura tornou-se um hábito realmente popular. No contexto social vigente, a inexistência do incentivo à leitura contribui para a formação de indivíduos incapacitados de compreender textos simples, bem como resolver operações matemáticas. É indubitável que a carência no estimulo à leitura institui em cidadãos que não tenham costumes de comprar livros para ler, em vista disso, não conseguem interpretar textos com informações explícitas, porquanto, segundo pesquisas da "Retrato da leitura no Brasil" cerca de 30% dos entrevistados nunca compraram um livro, dessa maneira, impossibilita sanar o revés.
Pode-se perceber, portanto, que a educação precária e a falta de incentivo à leitura dificultam a erradicação do analfabetismo funcional em pleno terceiro milênio. Para que essa erradicação seja possível, faz-se necessário que o Ministério da Educação em parceria com as escolas promova melhorias no sistema público de ensino do país, por meio de cursos de especialização para os docentes, como oferta de ensino de língua portuguesa e matemática, com materiais específicos, no intuito de melhorias no sistema de educação, por conseguinte, extinguirá o analfabetismo funcional no Brasil. De conformidade com o pensador Gustave Flaubert "O investimento na educação tão pouco foi e tão pouco será um desperdício"
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!