O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

*TEMA: A QUESTÃO DO DESCARTE DO LIXO NO BRASIL* Durante o governo de Juscelino Kubitschek, com a industrialização no Brasil, houve um crescimento desordenado em cidades mal planejadas. Em decorrência disso, surgiu o consumismo exacerbado e o descarte irregular dos lixos. No entanto, mesmo que anos tenha se passado, este problema ainda é uma realidade no país. Nesse contexto, é válido discutir sobre os descartes inapropriados desses lixos, que por sua vez tem ocasionado implicações na fauna e no meio ambiente.
Em uma primeira análise é importante ressaltar que o Brasil têm apresentado vários gases causadores do efeito estufa. Entre eles está o gás metano, produzido devido o descarte irregular o lixo orgânico, pela população. Segundo Ministério do meio ambiente,52% dos dejetos de todo país é orgânico, o que aumenta ainda mais o aquecimento global. Além disso é de suma importância lembrar que o destino inadequado desses lixos, podem causar doenças infecciosas, devido o acúmulo de chorume, que ajuda na proliferação de enfermidades. Dessa maneira é notório que mobilizações devem ser feitas em prol da natureza e também da saúde humana.
É relevante abordar que a questão do descarte irregular do lixo têm afetado a fauna, sobretudo a fauna marinha. Prova disso é que o número de morte de tartarugas triplicou em Maceió, de acordo com o Instituto Biota. É indispensável lembrar que esses atrocidades ocorrem devido à enorme quantidade de resíduos sólidos que são liberados nos oceanos pelos humanos. Um exemplo a ser citado é o plástico, por sua vez dura cerca de 450 anos para se decompor, nesse período esses animais o consomem, confundidos com alimentos. Diante disso vê-se o descaso da população para com as consequências que o descarte irregular pode trazer.
Visto que a má destinação desses detritos tem ocasionado desgaste no ecossistema e na saúde da população, medidas estratégicas devem ser tomadas para solucionar o problema. Portanto, o Ministério do Meio Ambiente por meio da mídia, deve incentivar as pessoas a praticarem compostagem em suas residências, para que assim o descarte irregular de compostos orgânicos diminua e consequentemente amenize a emissão do gás metano. Ademais, cabe também a mídia realizar campanhas que promova a prática de reciclagem para a população, porém, para isso é necessário que o Governo de cada estado, disponibilize caminhões de coleta seletiva. Assim, com essas atividades a questão do descarte não será um problema para a natureza e seus habitantes.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!