O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Segundo Zgmunt Bauman, sociólogo polonês, autor da obra "Modernidade Líquida", a pós modernidade é marcada pelo individualismo dinâmico, o que consiste no imediatismo das relações sociais. Assim, é irrefutável que a propagação de ideias equivocadas sobre a depressão no prisma mediático resulte na construção de um pensamento popular alienado.
Não obstante, ao contrário do posicionamento positivista de Durkein, Weber defende como tese que os processos e fenômenos sociais são dinâmicos, os quais necessitam ser interpretados para que se extraia deles sentido. Nessa lógica, pode-se afirmar que as doenças da modernidade como a melancolia exige uma discussão mais ampla sobre como uma sociedade que se declara civilizada ainda perpetua atitudes que provocam retrocesso.
Consoante com informações da Organização Mundial de Saúde (ONU), o índice de pessoas com depressão aumentou cerca de 18%, entre os anos de 2015 e 2016, tendo como a maior causa os problemas de saúde e a incapacidade laboral. Sendo assim, a mesma é tida como uma patologia na era da modernidade, chamada de doença da alma. A paralisia afeta não só a pessoa, mais sim as pessoas que convive com a mesma e se tornando mais agravante no seu ambiente de trabalho.
Portanto, indubitavelmente, medidas são necessárias para resolver esse impasse. Diante do exposto, cabe ao Ministério da Educação e Saúde assegurar projetos nas instituições de ensino com praticidade, deliberando limitações em debates esclarecedores, por meio de depoimentos de pessoas envolvidas com o tema, para que a sociedade, não seja complacente com a cultura de estereótipos difundidos socialmente. Todavia, a mídia deve agir enquanto veículo de propagação, fazendo campanhas em conjunto com grandes empresas acerca de métodos sustentáveis. Logo, poder-se-á minimizar gradativamente a problemática apresentada, contribuindo para o desenvolvimento igualitário da nação brasileira.




Tema livre:
Depressão: Doenças da modernidade
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!