O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A gordofobia, quando pensada, principalmente, priorizando a sociedade brasileira, gera impactos extremamente negativos à saúde mental dos indivíduos gordos. Por essa razão, é necessário colocar em debate, como mudar a realidade das pessoas que sofrem do mal da gordofobia. Certamente, a principal causa da gordofobia no Brasil está relacionado à teoria da " Indústria Cultural ", dos filósofos Adorno e Horkheimer, que diz " o capitalismo apropria-se da indústria cultural para reproduzir as ideologias de controle de massa, por meio de filmes, séries e publicidade. Nesse viés, uma dessas ideologias é a do " corpo perfeito magro ", tal qual mostra a série da Netiflix, Insatiable, na qual retrata a história de uma garota gorda que apenas é popular na escola quando torna-se magra, assim, perpetuando a gordofobia.
Outrossim, a gordofobia, de acordo com à teoria do sociólogo Émile Durkheim, apresenta-se como fato social uma vez que o indivíduo gordo é entendido pela sociedade como uma anomalia, logo deve ser punido pelo o poder de coersão. Ademais, essa coersão caracteriza-se como discriminação, injúrias e apelidos, por exemplo: depressão, baixa autoestima e até mesmo suicídio.
Fica claro, portanto, que para acabar com o mal da gordofobia no Brasil é necessário que o Governo Federal controle a indústria cultural, que pode ser feito criando ferramentas, como departamentos e/ou secretarias de pesquisas e controle, com o intuito de vetar qualquer conteúdo que prejudique o bem-estar da sociedade. Paralelamente, o Estado, deve fazer a conscientização da população, por meio de campanhas e palestras educativas nas escolas, com intermédio de agentes capacitados, como professores e psicólogos, com a finalidade de mostrar a perversidade e os impactos negativos gerados pela gordofobia. Dessa maneira, ter-se-á uma sociedade sem preconceito e mais tolerante.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!