O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Conforme os ideais de Thommas Hobbes,entende-se que um indivíduo abdica de sua liberdade em troca da proteção oferecida pelo estado.No entanto,quando se observa os dilemas acerca da doação de órgãos,no Brasil,verifica-se que esse ideal empirista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligada à realidade do país ,seja pela precária infraestrutura do sistema de saúde,seja pelo tabu social acerca dessa temática.Nesse sentido,é importante analisar as principais consequências negligentes para a sociedade.
Em primeiro plano,é indubitável que a questão constitucional constitucional e a sua aplicação estejam entre as causas do problema.Segundo o filósofo grego Aristóteles a prática deve ser utilizada de modo que por meio da justiça o equilíbrio seja alcançado.Paralelamente,observa-se que a infraestrutura hospitalar do SUS(Sistema Único de Saúde),no que se refere ao transplante visceral,ainda é insuficiente para atender as demandas populacionais,haja vista que por questões socioregionais os cirurgiões especialista em transplantação de órgãos,estão,majoritariamente,concentrados nas regiões sul e sudeste do país.Assim,observa-se que o exposto persiste dado a mínima atuação dos Poderes Públicos.
Outrossim,destaca-se o tabu social como impulsionador do problema.De acordo com a a teoria determinista de Hippolyte Taine ,o ser humano é explicado sob a luz de uma relação de causalidade,ou seja,o meio social molda as ações antrópicas.Analogamente,verifica-se que a sociedade hodierna ,apesar de graduais aumentos,ainda é resistente no que se refere aos transplantes de órgãos devido a ignorância em relação ao assunto.Prova disso pode ser constatada através da série americana Greys Anatomy,na qual evidencia que os familiares não autorizam a doação de órgãos do ente querido por acreditarem,por exemplo,que o mesmo sobreviverá após ter declarado a morte encefálica.Com isso,enquanto a população não for corretamente esclarecida em relação aos alotransplantes-aquele realizado entre indivíduos da mesma espécie mas geneticamente diferentes,o Brasil será obrigado a conviver diariamente com um dos mais graves problemas de saúde pública:a fila de espera.
É incontestável,portanto,ações que visem uma nação melhor,assegurado na prática,como prevê os ideais de Hobbes.Destarte,o Ministério da Saúde deve implantar na mídia televisiva,sobretudo nos intervalos comerciais em horário nobre,ficções engajadas que objetivam desestimular a ignorância da população em relação aos alotransplantes,e conduzir a mesma para que obtenha um pensamento crítico e livre de aversões sobre o assunto.Essa iniciativa do Ministério da Saúde é importante porque colaboraria para redução da fila de espera de órgãos,e contribuíria para que os indivíduos,no Brasil,deixem de ter a saúde fragilizada.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!