O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre


A expansão expressiva do agronegócio está fortemente enraizada na economia brasileira, visto que o processo de exploração ambiental do território nacional existe de forma contínua a começar do período colonial. A tecnologia intensificou este processo, se tornando uns dos maiores países exportadores de produtos agrícolas e pecuários, sendo o agronegócio o responsável pelo maior crescimento do produto interno bruto (PIB), porém como consequência, intensificou-se a degradação ambiental colocando em risco a extinção de animais e biomas.
Embora a mecanização seja uma consequência da industrialização urbana, pois introduziram novos meios de produção, atingindo desta forma o campo. No Brasil este processo se desencadeou nos 70 pela revolução verde, que foi o financiamento de bancos internacionais para o desenvolvimento do campo. Inserindo o aumento da produção em longa escala e econômico. Este fator contribuiu não só para o aumento da produção e competitividade da qualidade de produtos frente a outros países, mas gerou problemas sociais e ambientais como o crescimento do desemprego, da mão de obra não especializada, concentração de terras e aditivos químicos no processo de plantação.
Não obstante, se acrescentarmos os impactos ambientais causados por esse modelo de produção que acelera o desmatamento com a ocupação irresponsável do solo, como efeito do uso indevido de sementes modificadas e agrotóxicos e a concentração de terra favorecendo a uma centralização do poder no ambiente rural, o agronegócio está se tornando responsável pela destruição do espaço brasileiro, sendo responsabilizado pela extinção de maior parte do cerrado e da mata atlântica, como também pelo desmatamento desenfreado da floresta amazônica para ceder espaço a produção de soja e contrabando de madeira.
Sendo assim, se torna evidente que o agronegócio causa sérios problemas ambientais. Com isso, é necessário que ocorra maior fiscalização rural pelo IBMA juntamente com o Ministério do Meio Ambiente para proteger o espaço agrário através de um mapeamento com o uso de dispositivos tecnológicos como drones e imagens via satélite para detectar ações indevidas ao meio ambiente. Se espera que com a fiscalização mais rigorosa as leis de proteção ambiental possam ser cumpridas, reduzindo a incidência de queimadas e contrabandos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!