O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Desafios para garantir a vacinação dos brasileiros

Na Constituição Federal, a saúde é considerada um direito de todos e dever do Estado, devendo ser fomentada pela sociedade. No entanto, no século XXI, o Brasil vive um regresso no que se refere à saúde, devido ao movimento antivacina que circula pelo mundo. Tal movimento vem trazendo consequências sérias para a população, que além de sofrer com a proliferação de falsas notícias acerca do assunto, enfrentará a volta de doenças erradicadas e até o aumento no índice de mortes que poderiam ser evitadas.

É perceptível a diminuição da cobertura vacinal em crianças no Brasil. Diante disso, foi realizada uma pesquisa pelo Ministério da Saúde (MS), sendo comprovado que a cobertura das vacinas que deveriam ser de aproximadamente 95%, alcançou apenas cerca de 70% das crianças no primeiro mês de vida. Além do movimento antivacina, as outras principais causas para a diminuição de indivíduos vacinados estão o avanço das notícias falsas e também o sucesso da vacinação alcançado há cerca de 15 anos, tirando o medo da população que não presenciou as de morte decorrentes de doenças como sarampo e paralisia infantil.

Em contrapartida, como forma de conscientizar a população sobre a importância da vacinação, foi criado pelo Ministério da Saúde o Dia Nacional da Vacinação, comemorado no dia 17 de Outubro. Além disso, é previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) a prisão e perda da definitiva da guarda como forma de punição aos responsáveis legais que se negarem a vacinar as crianças, porém a ineficiente fiscalização faz com que a prática fique ainda mais difícil de ser combatida.

Portanto, como disse Bill Gates: "O modo como você reúne, administra e usa a informação, determina se você vencerá ou perderá". Diante disso, o Ministério da Educação (MEC) aliado ao MS, deve aumentar a fiscalização por meio de um projeto que estabeleça a obrigatoriedade da apresentação das cadernetas de vacinação no ato da matrícula escolar, a fim de identificar e denunciar possíveis negligências da família caso não esteja regulamentada. Além disso, o MS deve criar um sistema de vacinação nacional, por meio de um programa que identifique todas as vacinas que as pessoas já tomaram desde o nascimento, a fim de os profissionais de saúde consigam detectar em consultas ou em atendimentos emergenciais se o indivíduo está devidamente vacinado.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!