O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

No que se refere ao preconceito linguístico brasileiro, podemos afirmar que a pauta desse tema são as pessoas menos favorecidas na sociedade, com baixa renda e moradores da zona rural. Desse modo, muitos se sentem superiores por serem estudadas ou por vir de um meio urbano, e por consequência desse pensamento, recrimina e diminui o falante que não pratica a norma culta do português.

Em toda a história observa-se que há uma camada social que é prestigiada, onde seus participantes têm acesso a estudos de qualidade. Toda via, nem sempre ler ou escrever podia ser para todo mundo, apenas famílias importantes ou o clero podia ter esse direito, coisa que atualmente se restringe bem menos, mesmo assim, existe de fato, uma grande percentagem de indivíduos que não conhecem a norma culta padrão estabelecida para o português brasileiro. Contudo, esse fato não é um sinônimo de inferioridade, assim sendo viva a língua, ela muda com o ambiente e o tempo0000 portanto, não existe a forma errada de se falar, pois considera qualquer tipo de transferência de sinal de um emissor que foi perfeitamente compreendida pelo seu receptor, correta.

Outrossim, o que exerce o preconceito, muitas das vezes é por falta de reflexão, por não conseguir enxergar que não se deve menosprezar, inferiorizar, humilhar um semelhante só por que fala de outro modo. Agindo assim, portanto, diminui o maior legado da humanidade que é o domínio da língua, que foi criada para o bem social, onde se interagem, preserva e constrói uma história. Sendo assim, deve prevalecer as razões pela qual foi criada, é preciso romper com a ignorância, para respeitar as diferenças e valorizar o que há de belo no falar de cada um.

Desse modo, o governo, deve inserir nas escolas aulas especificas sobre variantes linguísticas, desde o ensino fundamental, por meio de teatro, onde os alunos encenam maneiras diversificadas de falar, com atuação, apresentação e leituras. Com isso, todos vai conhecer e aprender a respeitar cada tipo de pessoa0000 a família também deve participar dessa construção educacional, corrigindo sempre seus filhos quando tiver um comportamento de discriminação. Espera-se, com isso, a diminuição dos preconceitos linguísticos no Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!